Gráfica cristã se recusa a imprimir convites para casamentos gays: “nunca escondemos nossa fé”

“Nós não somos contra os homossexuais, no entanto, não apoiamos o casamento do mesmo sexo –imprimir convites de casamento faria isso”, disse a empresa em um comunicado.

fonte: Guiame, com informações de Charisma News

Atualizado: Terça-feira, 10 Março de 2015 as 8:12

A empresa Beulah se recusou a imprimir convites para a cerimônias de casamentos homossexuais.
A empresa Beulah se recusou a imprimir convites para a cerimônias de casamentos homossexuais.

 

Enquanto grandes empresas se movimentam para apoiar o casamento gay, uma gráfica cristã da Irlanda se posicionou firmemente em apoio ao casamento tradicional, com base em suas convicções bíblicas.

A empresa Beulah se recusou a imprimir convites para a cerimônias de casamentos homossexuais. A recusa veio depois que o Conselho da Europa pediu para que a população apoiasse este tipo de relacionamento para haver uma adaptação razoável.

Em um comunicado, a empresa sublinhou que a sua decisão não era um “ataque pessoal” contra os clientes, mas sim, devido a sua oposição ao casamento homossexual. "Nós nunca escondemos a nossa fé de nossos clientes e representamos o Evangelho em todas as oportunidades. Nós não somos contra os homossexuais, no entanto, não apoiamos o casamento do mesmo sexo –imprimir convites de casamento faria isso.”

"Acreditamos que o amor de Deus é estendido a todas as pessoas, e que Ele chama a todos nós para andarmos na luz de Sua Palavra, pois Ele é o caminho, a verdade e a vida", complementam.

Um dos proprietários da empresa, Noel Tuite, disse que havia recusado os pedidos para imprimir o material que descreve nudez antes com base nas mesmas convicções. 

O Conselho da Europa, que representa 47 países, destacou que os cristãos, em particular, precisam ser protegidos para que não sejam penalizados por suas crenças. A decisão veio depois de ataques a empresas cristãs que se recusaram a fornecer serviços que violem suas convicções religiosas.

 

 

veja também