Grupo cristão 'prevê' fim do mundo para hoje e pastor alerta: "É a Indústria do Apocalipse"

Segundo o grupo "End Times Prophecy" (ETP), divulgou no início do mês em um vídeo, a segunda vinda de Cristo ocorreria nesta sexta-feira (29), após um forte terremoto.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Sexta-feira, 29 Julho de 2016 as 2:25

Imagem sugere como poderia ser o fim do mundo. (Imagem: Youtube)
Imagem sugere como poderia ser o fim do mundo. (Imagem: Youtube)

"O fim do mundo está marcado para hoje, 29 de julho". É isso o que o grupo de estudos bíblicos / site cristão está afirmando em um de seus vídeos. Porém um teólogo tem apontado esta atitude de "marcar datas para a segunda volta de Cristo" ou para o fim dos tempos é um erro.

Segundo o grupo "End Times Prophecy" (ETP) divulgou no início do mês em um vídeo, a segunda vinda de Cristo ocorreria nesta sexta-feira (29), após um forte terremoto.

"Se você quiser saber quando será o fim do mundo, fim dos dias, fim da humanidade e quem é o anticristo, você está no lugar certo, escolhendo ler o livro de Daniel (Bíblia). Na verdade, as profecias registradas contam a história da humanidade, desde os dias do grande Império Babilônico. Todas as evidências nos dizem que o fim do mundo está marcado para 29 de Julho de 2016", diz parte de uma descrição do vídeo, publicado no canal do grupo no Youtube, no dia 09 de julho.

Além de terremotos, o vídeo em inglês - de baixa qualidade de produção - também prevê que o fim do mundo será marcado por maremotos, uma grande nuvem e chuvas de granizo, com blocos que pesam centenas de quilos.

Mais de 5 milhões de internautas já acessaram o vídeo. Alguns deles dizem acreditar no que o material diz, outros dizem que 'gostariam de acreditar'.

Clique no vídeo abaixo para conferir (em inglês): 

 

Comentando o caso, o pastor batista e escritor Mark Woods destacou - principalmente se direcionando aos cristãos - que não há com o quê se preocupar, pois o que o vídeo diz não tem uma base bíblica concreta.

"Aqui está o que eu quero dizer para essas 5 milhões de pessoas e a todos os evangélicos - porque muitos evangélicos acreditam neste tipo de coisa: Não se preocupe. O sol irá se pôr esta noite e subir amanhã, e vamos todos ainda estar aqui. Não haverá granizo, exceto na Inglaterra porque é verão. Pode haver o terremoto estranho, mas isso é normal, assim como as nuvens. Nada ETP previu que vai acontecer", disse.

Reverendo Woods continua seu alerta, dizendo que é um erro marcar datas específicas para o fim do mundo e a volta de Cristo. Ele também citou o exemplo de um radialista e evangelista cristão, que teve que se desculpar com o público após ter uma de suas previsões do fim do mundo frustradas.

"Não somente eles são exemplos de pessoas que não conseguiram aprender alguma coisa com toda uma série de falsas profecias. Harold Camping emitiu um pedido de desculpas envergonhado depois de sua previsão de que o mundo acabaria em 21 de maio de 2012, previsivelmente não conseguiu se tornar realidade", lembrou.

"Eles não entendem a natureza fundamental dos textos bíblicos, mesmo dizendo que gastam tanto tempo estudando-os. Os textos nunca tiveram o propósito de fornecer o tipo de informações detalhadas sobre o fim do mundo, como o ETP tem feito".


"Indústria do Apocalipse"
Pastor Mark lembrou que há pessoas que se aproveitam da falta de conhecimento bíblico de muitos para vender materiais, como DVD's e livros, contendo informações falsas e chegou a citar o exemplo da "indústria do Apocalipse".

"A indústria multimilionária do Apocalipse é alimentada pelas especulações selvagens e estranhas de pessoas que constroem suas teorias sobre uma fantasia", destacou.


Discernimento
O teólogo também destacou que o discernimento bíblico ajuda a identificar a mentira diante desse tipo de "profecia".

"A história mostra que a crença em interpretações literais do Apocalipse e outros livros apocalípticos aumenta durante tempos de grande tensão social. Isso não vem do nada. Nos Estados Unidos, por exemplo - o coração deste movimento - há uma enorme onde de stress e está sendo incrementada por pregadores entre os evangélicos", disse.

Por fim, pastor Mark lembrou que acreditar e divulgar este tipo de informação sem qualquer base bíblica poderá até fazer com que o evangelho se torne motivo de piada entre os não crentes, visto que estas "profecias" não irão se cumprir.

"Uma ou outra vez, esses 'profetas do fim dos tempos' erram. E porque eles pretendem operar a partir de dentro da corrente principal do Cristianismo, as pessoas imaginam que isso é nisso que todos os cristãos acreditam".

"Deus vai encaminhar as coisas a Seu próprio tempo. Jesus não disse algo sobre isso? Ah, sim: 'Mas a respeito daquele dia e hora ninguém sabe, nem os anjos no céu, nem o Filho, mas somente o Pai' (Mateus 24:36)", finalizou.

 

veja também