Grupo de ateus zomba Igreja Luterana por registrar nascidos na Islândia automaticamente como seus membros

As estatísticas oficiais mostram que 80% da população islandesa é registrada como membro da Igreja Luterana. No entanto, 10% dos islandeses se descrevem como ateus.

fonte: Guiame, com informações de The Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 4 Março de 2015 as 6:23

Melanie Chubb segura a filha de 4 dias de idade, Sofia, na maternidade do Hospital Hinchingbrooke em Huntingdon, Inglaterra.
Melanie Chubb segura a filha de 4 dias de idade, Sofia, na maternidade do Hospital Hinchingbrooke em Huntingdon, Inglaterra.

 

Um grupo de ateus na Islândia sugeriu, de maneira sátira, que todos os recém-nascidos fossem registrados como ateístas, confrontando a prática da Igreja Nacional de registrar automaticamente os bebês como pertencentes à igreja.

As estatísticas oficiais mostram que 80% da população islandesa é registrada como membro da Igreja Luterana, chamada também de Igreja Nacional no país. No entanto, 10% dos islandeses se descrevem como ateus, segundo o Índice Global de Religião e Ateísmo. 

O número de membros da Igreja Nacional vem caindo nos últimos tempos, e mais dos pais têm cancelado a ligação de seus filhos com a Igreja logo após o nascimento, de acordo com relatórios.

 

 

veja também