Grupo de jovens cristãos presenteia família necessitada com reforma de casa

Os voluntários se dedicaram para ajudar o casal de amigos que precisou viajar para visitar a família no Ceará. Enquanto isso, o grupo cuidou da reforma deixando a casa em ótimas condições.

fonte: Guiame, com informações do site Notícias Adventistas

Atualizado: Terça-feira, 19 Julho de 2016 as 10:34

Um grupo de jovens conhecido do casal viu a oportunidade de praticar o bem. (Foto: ASN).
Um grupo de jovens conhecido do casal viu a oportunidade de praticar o bem. (Foto: ASN).

Um grupo de jovens cristãos resolveu se juntar para fazer uma boa ação a um casal de amigos. Após ver o dilema de Maiara e Maicon Petizde - que iriam reformar a casa, mas precisaram investir as economias em outra necessidade - eles resolveram assumir a reforma.

“Não acredito!”, foi o que Maiara disse ao ver sua nova casa com a parede pintada e os azulejos fixados no banheiro. “Nem sei o que dizer… Está muito, muito bom, gente!”, comentou.

Ela e seu esposo moram no município gaúcho de Gravataí desde 2014. Há algumas semanas, a casa deles tinha um visual bem simples e até precário. Para se ter uma ideia, as madeiras do telhado eram todas visíveis, pois não havia um forro para tampar. Nas paredes, os tijolos também apareciam, pois o reboco era quase que inexistente.

De acordo com o casal, a reforma da casa já estava nos planos da família, mas uma situação acabou adiando as coisas. Maiara é cearense e não via seus parentes há um ano e meio. Foi então que ela precisou usar parte das economias que fizeram para viajar e assim diminuir a saudade, além de poder oferecer assistência aos familiares.

Uma ideia inspirada por Deus

Foi neste momento que um grupo de jovens adventistas conhecido do casal viu a oportunidade de praticar o bem. Krysthal Lima, líder dos jovens no distrito de Vista Alegre, explica que a ideia inicial era menor, mas ganhou fôlego diante da necessidade do casal. “A nossa base distrital do programa Geração 148 se reuniu e decidiu criar um projeto, em um primeiro momento, para ajudar jovens da igreja e reformar o quarto de jovens. Mas aqui a gente pode reformar não só o quarto, mas toda a casa deles, tudo aquilo que eles precisavam e com várias pessoas se disponibilizando. Assim, a gente está fazendo a diferença para essa família”, relatou.

Então foi dado início a missão. Eles receberam doações em dinheiro e também de materiais de construção. Depois de muito esforço, o que era simples na aparência se transformou em um lar com novos ares, objetos, cores, tudo bem caprichado e restaurado.

Rogério Rolisk é um amigo antigo de Maicon e também um dos voluntários que atuou na reforma. Para ele, o sentimento de contribuir positivamente com tal trabalho é motivador. “Ele já me ajudou muitas vezes, pois eu também estou arrumando a minha casa, e agora, eu estou aqui, podendo retribuir, ajudando ele, então vai ser muito gratificante”, contou.

O casal se sentiu muito amado no dia da entrega. “A gente não imaginava chegar aqui e a casa estar terminada, do jeito que a gente queria”, afirma Maicon, surpreso com o resultado. “Deus colocou essas pessoas na nossa vida e fazer parte do Geração 148, desse grupo de pessoas, é maravilhoso”, celebra Maiara.

Mãos à Obra

Com o sucesso da primeira reforma, o grupo resolveu que a iniciativa não acabaria ali. Agora, a ajuda se transformou num projeto, o “Mãos à Obra”. Os jovens pretendem encontrar maneiras de ajudar outras pessoas que estejam na mesma situação ou até em maior necessidade. Essa é uma prova de que união e a vontade podem fazer muito. “Essa é uma sensação ótima que, acho que nem uma outra coisa pode trazer, é a do dever cumprido. Essa reforma é a primeira de muitas, se Deus quiser”, conta Krysthal.

Para o pastor Vinícius Cardoso, líder de jovens adventistas das regiões leste e sul do Rio Grande do Sul, a iniciativa tem tamanha relevância a ponto de jamais ser esquecida. “Esses jovens abriram mão de tempo, de recursos, de lazer, para viver para a Glória de Deus e para fazer o bem a outra pessoa. Eu ouso dizer que essa reforma tem o mesmo efeito daquela mulher pecadora que ungiu Jesus poucos dias antes da Sua morte. Ele disse que onde a história dEle fosse contada, a dela também seria. Pois eu afirmo que onde falarem de Geração 148, a história dessa galera será contada, pois os jovens viveram em essência, aquilo que nós acreditamos”, pontuou.

Confira uma reportagem sobre a ação:

veja também