Homem suspeito de atirar em pastor é detido perto da Casa Branca

Remington, de 55 anos, recuperou a consciência na última segunda-feira, 2, em um hospital de Coeur d'Alene.

fonte: Guiame, com informações da assessoria

Atualizado: Quinta-feira, 10 Março de 2016 as 1:12

Odom serviu na Marinha de 2006 até 2010, recebendo a medalha de campanha do Iraque e outros prêmios. (Foto: Reprodução)
Odom serviu na Marinha de 2006 até 2010, recebendo a medalha de campanha do Iraque e outros prêmios. (Foto: Reprodução)

Nas imediações da Casa Branca, foi detido um homem suspeito de ter disparado várias vezes contra um pastor, que conduziu uma cerimônia em um comício de campanha do republicano Ted Cruz. Kyle Odom é acusado de disparar e ferir o pastor Tim Remington no estacionamento de sua igreja, em Coeur d'Alene, Idaho.

De acordo com agências de comunicação, o crime aconteceu no último domingo, 6, um dia depois que o religioso participou da campanha de Cruz. O atirador fugiu, o que gerou sua perseguição.

O suspeito tem 30 anos e foi identificado como um ex-marine. Odom já era procurado pela polícia de Coeur d'Alene por tentativa de assassinado agravado. A polícia dessa localidade acredita que ele tenha premeditado o ataque contra Remington. Apesar disso, ainda é desconhecido o motivo pelo qual o homem tentou assassinar o pastor.

Ainda de acordo com as agências, o Serviço Secreto não deu detalhes sobre o material que o suspeito espalhou antes do ataque, mas a imprensa falou de "manifesto" com nomes de legisladores e do governo israelense, embora sem conteúdo ameaçador. A imprensa também relatou que Odom pode sofrer de algum tipo de doença mental.

Remington, de 55 anos, recuperou a consciência na última segunda-feira, 2, em um hospital de Coeur d'Alene. A informação é de John Padula, pastor da Igreja onde Remington é o pastor sênior. "Ele está sussurrando e falando com sua família um pouco", disse Padula na terça-feira. "O que ele está fazendo é absolutamente incrível. Ele me deu na noite passada um polegar quando eu fui ate ele", disse.

Remington, que é casado e tem quatro filhos, não tem nenhum ferimento em seu braço direito. Remington e sua esposa são da Igreja Altar por quase duas décadas, além de serem especializados no tratamento de drogas e álcool. A igreja tem programas extensos, incluindo a reabilitação para viciados. O pastor Padula foi um viciado em metanfetamina por 17 anos antes de ir para o programa da igreja, há sete anos.

A polícia disse que Odom foi para Spokane, Washington, após o tiroteio na tarde de domingo, segundo informações das câmeras de trânsito. Ele então virou para o sul antes que eles perderam seu rastro. “Odom não tinha qualquer ligação com a igreja antes de mostrar-se contra os cultos na manhã de domingo”, disse Padula.

O departamento de polícia de Coeur d'Alene emitiu um mandado de tentativa de homicídio em primeiro grau para Odom, que foi descrito como não tendo antecedentes criminais, mas com uma história de doença mental. White disse que Odom estava armado quando participou de cultos na igreja mais cedo no domingo e que a violência poderia ter sido muito pior.

Odom serviu na Marinha de 2006 até 2010, recebendo a medalha de campanha do Iraque e outros prêmios. Ele subiu para o posto de cabo. Odom mais tarde formou-se na Universidade de Idaho com uma licenciatura em bioquímica.

veja também