Igreja evangélica é atacada pela segunda vez em menos de 10 dias, na França

O ataque é o terceiro incidente de incêndio em uma igreja evangélica na França, em 12 meses.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 4 Abril de 2017 as 10:56

O pastor disse ao jornal Le Parisien que os ataques foram "uma surpresa em um bairro tão calmo". (Foto: Le Parisien).
O pastor disse ao jornal Le Parisien que os ataques foram "uma surpresa em um bairro tão calmo". (Foto: Le Parisien).

Uma igreja evangélica na França foi vítima de um ataque incendiário, sendo o segundo incidente contra a igreja em pouco mais de uma semana. As chamas entraram começaram a tomar conta da Igreja Evangélica Armênia de Alfortville, perto de Paris, no último domingo (2), às 6h, de acordo com o site Evangelical Focus.

O fogo acordou o pastor da igreja, Gilbert Léonian e sua esposa, que residem no primeiro andar do edifício. Gilbert disse que ficou "chocado" porque o casal estava dormindo, mas eles escaparam com segurança e ilesos.

foi colocada na porta da igrejaUma lata de lixo pegando fogo. Após uma ligação do pastor, os bombeiros chegaram a tempo para apagar o fogo que estava começando a destruir o edifício. As imagens da igreja carbonizada são surpreendentes.

“Oito dias antes, jogaram pedras em nossa igreja e por conta disso, nosso sistema de telefone foi danificado”, disse o pastor.

Gilbert disse ao jornal Le Parisien que os ataques foram "uma surpresa em um bairro tão calmo", mas disse que, embora estejam preocupados, "não ficamos zangados". A comunidade da igreja não cancelou o culto de domingo, mas o manteve em uma sala diferente.

"Liberdade de adoração"

O prefeito de Alfortville, Luc Carvounas condenou o ataque. O Conselho Nacional de Evangélicos na França também ofereceu sua "compaixão e orações" à igreja, e enfatizou a importância da "liberdade de expressão e de adoração".

O ataque é o terceiro incidente de incêndio em uma igreja evangélica na França em 12 meses. Em maio e julho de 2016, duas igrejas Assembleias de Deus foram vítimas de episódios de incêndio criminoso.

veja também