Igreja oferece batismos especiais para transexuais na Inglaterra

A New Chapel Unitarian and Free Christian, localizada na cidade de Grande Manchester, teve a mudança proposta pela líder de louvor da igreja, Jean Clements.

fonte: Guiame, com informações de BBC

Atualizado: Quarta-feira, 3 Fevereiro de 2016 as 2:27

Jean Clements, líder de louvor da igreja New Chapel Unitarian and Free Christian. (Foto: Dominic Salter)
Jean Clements, líder de louvor da igreja New Chapel Unitarian and Free Christian. (Foto: Dominic Salter)

Uma igreja britânica irá oferecer batismos especiais para transexuais, após decisão feita em sua reunião anual. A New Chapel Unitarian and Free Christian, localizada na cidade de Grande Manchester, teve a mudança proposta pela líder de louvor da igreja, Jean Clements.

Clements diz que se sentiu comovido depois de conhecer um casal que teve um filho transgênero. "Me senti triste com o fato de a família estar sendo evitada por muitas igrejas tradicionais. No entanto, quando a família veio para a New Chapel, a congregação a recebeu de braços abertos", disse.

A líder de louvor descreveu sua igreja como "uma comunidade multi-geracional que está muito disposta a aceitar a mudança e o progresso", e disse que o Movimento Unitário, promovido pelo ministério, defende a liberdade, a razão e a tolerância.

A New Chapel salientou que outras capelas unitárias de distritos vizinhos "irão decidir por si próprias se querem oferecer serviços similares".

Segundo a igreja, os cultos de batismos de transexuais será "muito similar" a um batismo de adultos. Derek McAuley, chefe executivo da Assembleia Geral da igreja, disse que é "muito possível" que outras igrejas sigam o exemplo.

A igreja unitarista foi a primeiro a permitir que pessoas divorciadas se casassem novamente e tem sido receptiva aos casamentos entre pessoas de diferentes religiões.

Contradição

O pecado tem sido confrontado de forma errada. De acordo com o pastor e teólogo Bruno do Santos, qualquer pessoa pode nascer com tendências comportamentais, não com um comportamento — sejam elas para a violência, para o alcoolismo, para um vício, para o homossexualismo ou para o roubo.

“De acordo com a Bíblia, não nascemos prontos moralmente, vamos nos tornando, vamos nos moldando, conforme nossas escolhas, desejos, meio e vontades. É fato inegável que na Bíblia a homossexualidade é um pecado, ou seja, contrária à intenção de Deus para a humanidade”, afirma.

Portanto qualquer alegação de cristãos afirmando que a Bíblia não condena a homossexualidade é apenas a vontade de concatenar a prática do pecado e a religiosidade no mesmo barco da fé.

“Sejamos claros, não se trata de uma visão preconceituosa a respeito dos gays, mas apenas a concordância com a revelação divina de que a homossexualidade é de fato contrário as intenções e propósitos de Deus para a humanidade”, acrescenta.

veja também