Igrejas são alvo de satanistas e pastor mostra compaixão: “Oramos para Deus alcançá-los”

Quatro igrejas foram alvo de satanistas em Nova York. Os templos foram marcados com mensagens e símbolos satânicos.

fonte: Guiame, com informações de WCBS

Atualizado: Terça-feira, 20 Junho de 2017 as 11:05

Os templos foram marcados com mensagens e símbolos satânicos. (Foto: NBC New York)
Os templos foram marcados com mensagens e símbolos satânicos. (Foto: NBC New York)

Quatro igrejas foram alvo de satanistas no Condado de Suffolk, em Nova York, desde a última sexta-feira (16).

Segundo a polícia, os três primeiros atos de vandalismo aconteceram entre às 21h30 de sexta-feira e 10h55 de sábado. Símbolos demoníacos foram grafitados nas igrejas A.M.E. Zion, Zion Gospel, Amityville Full Gospel Tabernacle e Prayer Tabernacle Church of God in Christ.

Segundo o Rev. C.R. Price, da Zion Gospel, a igreja está no local há 60 anos e nunca tinha sido alvo desse tipo de vandalismo. “Ficamos assustados”, disse ele à rede americana WCBS.

O Rev. Walter Willie, Prayer Tabernacle Church, encontrou os símbolos em sua igreja na noite de sábado e não tinha ideia de quem teria colocado estas mensagens de ódio nos templos.

“Pode ser alguém que esteja bravo com Deus, que não goste de igrejas, que esteja brincando ou qualquer outra coisa”, disse Willie. “Em qualquer um dos casos, isso não é certo”.

Willie disse que a igreja instalou novas câmeras de segurança esta semana, mas os aparelhos ainda não estavam funcionando corretamente.

Embora o ato de vandalismo tenha causado danos, o pastor ressalta que o perdão sempre é a única opção. “Não gostei do que essas pessoas fizeram, mas eu perdoo elas. Eu não as odeio. Eu odeio o que elas fizeram”.

O incidente aconteceu poucos dias depois que membros da Igreja New Covenant encontraram grafites com mensagens satânicas semelhantes nas portas laterais.


Os templos foram marcados com mensagens e símbolos satânicos. (Foto: Pix 11)

“Se alguém pintasse sua casa com símbolos satânicos eu acho que você ficaria perturbado demais”, disse o pastor Rob Taormina, na semana passada. “Você não sabe quem são ou se eles irão voltar”.

“Quem quer que seja, estamos orando para que Deus venha alcançá-los e tocá-los”, continuou Taormina.

O Rev. Price compartilhou do mesmo sentimento. “Devemos perdoar. Temos que orar pelas pessoas que fizeram isso e orar para que as autoridades possam encontrá-las”.

A polícia está investigando os casos para entender se eles podem estar conectados. Os incidentes estão sendo definidos pelas autoridades como crimes de ódio.

veja também