"Jesus ordena que sejamos juízes de nossos próprios pecados", diz Billy Graham

Questionado sobre a passagem em que Jesus pede que 'não julguemos as pessoas', o pastor Billy Graham esclareceu pontos importantes sobre as ordenanças bíblicas com relação ao assunto.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sábado, 27 Agosto de 2016 as 2:11

Billy Graham é um dos mais conhecidos evangelistas da atualidade. Aos 97 anos, o pastor continua escrevendo artigos e compartilhando do Evangelho com o apoio de sua equipe ministerial. (Foto: Citizen Times)
Billy Graham é um dos mais conhecidos evangelistas da atualidade. Aos 97 anos, o pastor continua escrevendo artigos e compartilhando do Evangelho com o apoio de sua equipe ministerial. (Foto: Citizen Times)

Quando Jesus disse que as pessoas não devem julgar, Ele não estava dizendo-lhes para deixar de alertar o comportamento errado, segundo alertou o renomado evangelista Billy Graham.

Recentemente, o pastor foi questionado por que Jesus pediu às pessoas que não julgassem, como em Lucas 06:37, onde ele disse: "Não julguem, e vocês não serão julgados. Não condenem, e não serão condenados. Perdoem, e serão perdoados".

"Eu não acho que cabe a nós julgar quem é religioso e quem não é. Eu tenho minhas próprias crenças e eu fico chateado quando alguém tenta me questionar sobre elas ou tentam me fazer acreditar sob o mesmo ponto de vista que eles. Jesus não disse em algum lugar que não devemos julgar os outros?", questionou o leitor ema sessão de perguntas e respostas do site da Associação Evangelística Billy Graham.

Enquanto Graham explicou que "só Deus tem o direito" de julgar, isso não significa que os cristãos tenham que deixar de alertar sobre os erros.

"Isso não significa, no entanto, que devemos ficar indiferentes sobre o que é certo e errado ou não termos consciência dos perigos que acompanham as decisões imorais ou de falsas crenças. Também não significa que devemos ignorar nossos próprios pecados", escreveu Graham.

"Na verdade, ao final do Sermão da Montanha, Jesus exorta-nos a julgar quais caminhos da vida sãos verdadeiros e falsos. Ele também nos ordena a sermos juízes de nossos próprios pecados - os quais podem ser muito maiores que aqueles que vemos nos outros".

Ainda em seu conselho ao leitor, Graham questionou por que ele "não aceita que ninguém desafie suas crenças ou até mesmo discuta sobre elas".

"Só você pode responder isso, é claro - mas será que é porque no fundo de seu coração e sua mente, talvez não tenha certeza de suas crenças e duvida que você está realmente certo?", Graham perguntou.

O conhecido pastor já com 97 anos, aproveitou a oportunidade para compartilhar a mensagem do evangelho com o leitor.

"Mas você pode ter certeza, se aceitar voltar-se para Jesus Cristo e fazer um compromisso com Ele em sua vida. Ele veio ao mundo para nos dar o maior presente de todos: o dom da vida eterna. Não deixe o orgulho ou qualquer outra coisa mantê-lo afastado de Cristo", disse.

 

veja também