"Jesus provou sua divindade por meio de suas palavras e ações", afirma Billy Graham

O pregador respondeu a um questionamento publicado no espaço "minhas respostas" no site da Associação Evangelística Billy Graham (BGEA).

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Quarta-feira, 16 Março de 2016 as 9:51

O pregador explica que Jesus era o filho de Deus". (Foto: Reprodução).
O pregador explica que Jesus era o filho de Deus". (Foto: Reprodução).

“Jesus provou repetidamente sua divindade através de suas palavras e ações”. As palavras são do reverendo Billy Graham em um post dessa semana. Respondendo na última terça-feira, 15, um questionamento publicado no espaço "minhas respostas" no site da Associação Evangelística Billy Graham (BGEA) o pregador explica que Jesus não só teve um relacionamento íntimo com Deus, como também era o Filho de Deus.

"A divindade de Jesus é o coração da fé cristã", explica Graham em resposta a pergunta e procurou esclarecer se Jesus era verdadeiramente divino. Em seguida, o reverendo aponta para vários exemplos na Bíblia que provam a divindade de Jesus, incluindo João 10:30 e João 10:33, assim como João 14: 9, que afirma: "Quem vê a mim, vê o Pai".

“Se apresentando aos seus discípulos e a outros sobre sua divindade, Jesus também se exibiu por meio de suas ações”, continuou. “Exemplos dessas ações incluem, quando Jesus praticou autoridade sobre a natureza, trouxe a cura para os enfermos e realizou milagres”.

"Acima de tudo, Ele provou sua natureza divina por ressuscitar dos mortos. Para aqueles que duvidavam dele, ele disse: 'Mesmo que você não acredite em mim, creia nas obras (Jo 10:38)'", acrescentou o ministro Batista.

“Em última análise, é importante para os cristãos compreender e aceitar a natureza divina de Jesus, porque Ele é um inquilino do núcleo da sua fé”, escreveu. "Só um Salvador divino poderia se tornar possível para nós sermos perdoados de nossos pecados e somente um Salvador divino poderia nos oferecer o dom da vida eterna", diz Graham.

veja também