Joel Engel explica a relação do acontecimento com o profeta Elias e o atual Shemitah

"Naquela data, onde houve o evento de Elias, houve ali um julgamento. Hoje estamos no ano de Shemitah. Houve ali um Shemitah violento, porque Deus julgou a nação e destruiu os inimigos. Na ocasião o povo de Deus teve um jubileu, porque houve a maior chuva de toda a história", disse ele.

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 11 Setembro de 2015 as 6:05

Ap. Joel Engel no Monte Carmelo, em Israel. (Foto: Guiame/ Marcos Corrêa)
Ap. Joel Engel no Monte Carmelo, em Israel. (Foto: Guiame/ Marcos Corrêa)

 

O Monte Carmelo foi palco de uma das cenas mais icônicas da história da Bíblia. Lá foi o local onde Elias desafiou os profetas de Baal, levando de novo o povo de Israel à obediência ao Senhor. As Escrituras relatam que o evento aconteceu depois que Elias orou para que não chovesse por três anos e meio, onde houve a maior seca de Israel. 
 
Em um vídeo enviado com exclusividade ao Guiame, o apóstolo Joel Engel explica que naquela ocasião, Elias restaurou o altar e curou a adoração. "A mensagem de Elias é muito clara e objetiva. Ele fez algo que agradou a Deus e que poucos homens fizeram, a não ser Moisés e depois Jesus: ele levantou o povo para ir ao monte adorar a Deus", aponta.
 
"O propósito de Deus em toda a história bíblica é levantar um povo para Lhe adorar. A pergunta hoje é: quantos de nós, pregadores, temos levantado o povo para adorar a Deus?", questiona Engel, explicando que Elias fez uma adoração específica, que atinge quatro níveis.
 
"Ele trouxe um animal igual ao oferecido a Baal, mas também trouxe água. Só que, para buscar água, ele teve que andar por uma distância e gastou sua força física. Deus deseja adoração com força física. Depois, ele colocou suas emoções, que estavam a flor da pele naquele dia. Ele colocou, também, um valor extraordinário na sua adoração, com água, que era considerado caro naquele tempo", explica.
 
Engel também aponta que todo profeta tem conhecimento. "Naquela data, onde houve o evento de Elias, houve ali um julgamento. Hoje estamos no ano de Shemitah. Houve ali um Shemitah violento, porque Deus julgou a nação e destruiu os inimigos. Na ocasião o povo de Deus teve um jubileu, porque houve a maior chuva de toda a história", disse ele.
 
"Hoje estamos vivendo os últimos dias de Shemitah, e haverá um julgamento na terra para julgar aqueles que adoram falsos deuses, aqueles que não honram os profetas de Deus e aqueles que simplesmente dedicam sua vida para o pecado e para as coisas que não são voltadas para Deus", alerta Engel.
 
Confira o vídeo completo:
 
 
Realização
Operadora de viagens: MontanaTur
 
Empresa de linhas aéreas: Ethiopian Airlines

veja também