Jogador afastado recorda expressões de fé em campo: “Senti falta das orações após os jogos"

Benjamin Watson passou a temporada de 2016 sem jogar. Em seu retorno, ele revela que o que mais fez falta foram os momentos de oração com os jogadores.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Terça-feira, 10 Janeiro de 2017 as 4:24

Ben Watson é um cristão devoto que nunca teve medo de compartilhar sua fé publicamente. (Foto: Reprodução/Instagram).
Ben Watson é um cristão devoto que nunca teve medo de compartilhar sua fé publicamente. (Foto: Reprodução/Instagram).

O jogador de futebol americano Benjamin Watson perdeu toda a temporada de 2016 da National Football League (NFL) devido a uma lesão. Ele disse que sentiu falta de algo, mas que não era de marcar touchdowns.

Em 2015, o atleta teve uma das melhores temporadas de sua carreira. O jogador de 36 anos estava em sua 12ª fase de jogos com os New Orleans Saints. Ele estava ansioso para começar o próximo capítulo de sua carreira com os Ravens, mas um problema de saúde acabou com suas chances entrar em campo em 2016.

Ben Watson, um cristão devoto que nunca teve medo de compartilhar sua fé publicamente, revelou em suas redes sociais, no último domingo (8), algo que deixou seus seguidores sabendo sobre o que mais ele sentiu falta do futebol americano.

Para o atleta, a única coisa que mais lhe faltava não eram os aplausos ou os touchdowns. Ou até mesmo fazer uma grande jogada para ajudar sua equipe quando ela mais precisava. Para ele, a parte que mais lhe fez falta foi o tempo gasto em oração com seus companheiros de equipe e oponentes após os jogos. Ele disse que esses momentos tornam o futebol mais valioso.

"Algumas pessoas perguntaram o que eu mais senti falta sobre jogar nesta temporada", escreveu Watson no Facebook e Instagram. "No topo da lista está aquele momento especial após cada jogo quando os oponentes se unem como irmãos para dar graças ao Pai", revelou.

Junto com seu post, Watson compartilhou uma foto dele liderando os jogadores do Saints e Green Bay Packers em oração, logo após um jogo. Na imagem, os atletas dos Saints e dos Packers juntaram as mãos e curvaram suas cabeças ao Senhor.

Mais tempo com a família

Apesar de Watson não ter jogado futebol americano durante vários meses, ele teve a oportunidade de fazer outras coisas das quais tinha vontade, como ficar mais tempo com a sua família.

"Um de meus objetivos quando eu me machuquei era poder puxar meus filhos em um trenó quando a primeira neve caiu" Watson escreveu no Facebook. "Não tenho a foto para provar isso, mas eu estava como uma máquina puxando o trenó! Missão cumprida! Louvado seja Deus pela cura", agradeceu.

Apesar do fato de que Watson esteve à margem de toda a temporada, ele aproveitou o máximo de seu tempo fora do campo, não só passando tempo com seus cinco filhos, mas também trabalhando em seu novo livro, “The New Dad's Playbook” que está programado para ser lançado em maio.

veja também