Jovens evangélicos fazem “Lava Jato da alma” no carnaval de Brasília

Ainda que a abordagem tenha sido feita através do humor, o pastor Sandro Soares, de 40 anos, relata que muitas pessoas foram até o grupo para desabafar sobre problemas pessoais.

fonte: Guiame, com informações de G1

Atualizado: Quarta-feira, 10 Fevereiro de 2016 as 9:40

Evangélicos fazem 'Lava Jato da Alma' em foliões no bloco dos Raparigueiros, em Brasília. (Foto: Jéssica Nascimento/ G1)
Evangélicos fazem 'Lava Jato da Alma' em foliões no bloco dos Raparigueiros, em Brasília. (Foto: Jéssica Nascimento/ G1)

No último dia de carnaval, um grupo de evangélicos do Distrito Federal resolveu evangelizar os foliões de uma forma inusitada.

Com um jovem fantasiado de Jesus Cristo, os integrantes da Igreja Ministério da Fé realizaram uma "Operação Lava Jato da alma" nesta terça-feira (9), no bloco dos Raparigueiros.

Para eliminar todas as "tristezas e impurezas" da festa, os foliões cristãos usaram até mesmo um aspirador de pó.

Ainda que a abordagem tenha sido feita através do humor, o pastor Sandro Soares, de 40 anos, relata que muitas pessoas foram até o grupo para desabafar sobre problemas pessoais.

"Muitos jovens vieram desabafar. Alguns, disseram que estavam bebendo e sentindo um vazio muito grande. Queremos falar de Jesus, do Espírito Santo. Só Jesus Cristo consegue nos deixar 100% felizes, por dentro e por fora", afirma o pastor.

Segundo o pastor, o objetivo do grupo era "lavar a alma" dos jovens que poderiam estar em pecado. Ele também diz que os integrantes não querem ofender nenhum folião, ou alguma igreja.

"Estamos falando de amor, de alegria, levando o evangelho. Jesus Cristo não é o japonês da Federal. Porém, é o responsável por tudo dar certo", completa Soares.

Uma das integrantes do grupo, Natália Sathler, de 28 anos, comemora a recepção dos jovens à operação. Ela ressalta que nenhuma festa ou bebida preencherá o corpo como Deus faz.

"Queremos mostrar que Jesus dura a vida toda e não apenas quatro dias. É a primeira vez que fazemos esta operação, sabia? Tenho certeza que muitas outras virão durante o ano de 2016", afirma a jovem.

veja também