Judeus e cristãos se reúnem em solenidade na Assembleia Legislativa de SP

A Assembleia Legislativa recebeu a sessão solene de lançamento do Salão Internacional Gospel e da Expo Israel, que acontecerão entre os dias 7 e 10 de Setembro de 2016, no Expo Center Norte.

fonte: Guiame, Bruno Crivelli

Atualizado: Segunda-feira, 29 Fevereiro de 2016 as 11:52

A sessão solene contou com personalidades políticas, líderes evangélicos e representantes da comunidade judaica. (Foto: Guiame/ Luiz Claudino)
A sessão solene contou com personalidades políticas, líderes evangélicos e representantes da comunidade judaica. (Foto: Guiame/ Luiz Claudino)

Na última sexta-feira (22), a Assembleia Legislativa recebeu a sessão solene de lançamento do Salão Internacional Gospel e da Expo Israel, que acontecerão entre os dias 7 e 10 de Setembro de 2016, no Expo Center Norte.

A sessão foi presidida pelo deputado e Presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez, e também contou com a presença do Apóstolo Rina, líder da Igreja Bola de Neve, o Apóstolo Jorge Tadeu da Igreja Coração Adorador, entre outros líderes evangélicos. Representado a comunidade Judaica, Pérsio Bider, da JJO (Juventude Judaica Organizada) e Gustavo Erlichman do Portal Pletz.

Na sua 5º edição, o Salão Internacional Gospel (que começou na primeira edição com 40 expositores e na última já contava com 123 expositores) vem a cada ano, superando as expectativas da organização. Já a Expo Israel, terá sua 1º edição neste ano. As feiras buscam apresentar materiais de qualidade, tanto para o público cristão como para o judaico.

O organizador Marcelo Rebello, presidente do Grupo MR1, conversou com o GUIAME com exclusividade. “O Salão Internacional Gospel vendo sendo um sucesso a cada ano, sempre buscamos novos expositores, aqueles que não tem condições de expor seu produto, nós os ajudamos nessa questão sem cobrar qualquer taxa, esperamos que a feira Expo Israel também seja um sucesso”, concluiu.


Marcelo Rebello, presidente do Grupo MR1, é idealizador das feiras. (Foto: Guiame/ Luiz Claudino)

São duas feiras distintas, mas que buscam uma troca de experiências entre as comunidades, com a responsabilidade de respeito entre a comunidade cristã e a judaica. ”O que não mudou neste ano foi o propósito de levar com seriedade a palavra de Deus para todos na feira, e o dia em que o Espírito Santo de Deus não estiver mais presente, a feira não terá mais sentido”, afirmou Rebello.

A maior diferença fica por conta do público, pois cada feira busca profissionais que visam um público alvo para possibilitar o acesso a produtos de qualidade.

O evento contará com todo apoio do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura de São Paulo, que possibilitará o maior conforto para o público presente. Na última edição, o público foi de mais de 30 mil pessoas, e neste ano tudo indica que o público ultrapassará esse número. Inclusive o deputado declarou o apoio do governo na construção do Museu Cristão na cidade de São Paulo.

O deputado Fernando Capez comentou sobre um entrave entre o Governo Federal e o Governo de Israel, onde o governo brasileiro não aceitou a indicação de um embaixador israelense.


Deputado e Presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez. (Foto: Guiame/ Luiz Claudino)

Segundo o deputado, apesar das dificuldades sociais, o Brasil é uma referência no plano internacional. ”No Brasil, todos os povos vivem em paz e harmonia; um país que existe uma grande tolerância e talvez poder de influenciar uma possível paz mundial. Não podemos perder isso jamais, então precisamos superar tudo isso e ter uma diplomacia equilibrada”.

Segundo o deputado, são eventos como as feiras, que tornam o turismo da cidade de São Paulo o maior do polo MERCOSUL. “O turismo religioso de São Paulo, hoje, o coloca como referência em toda América Latina. Com aspecto de pacificação social, sem dúvida, a fé e a religião são fatores dissuasórios de violência. Se todos seguissem a lei que está na Bíblia, as leis de Deus, não precisaríamos ter cadeias”.

veja também