Magno Malta abre dissidência contra Dilma

Magno Malta abre dissidência contra Dilma

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 28 Abril de 2014 as 11:15

Magno Malta abre dissidência contra Dilma RousseffCom o apoio de 31 deputados, quatro senadores, um ministério poderoso - o dos Transportes - e o prestígio que adquiriu, em 2002, por ter ajudado a viabilizar a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva para o Palácio do Planalto, o PR planeja deixar a aliança anteriormente formada para apoiar Dilma Rosseff em sua reeleição à presidência. A dissidência conta com a liderança do senador cristão e integrante do partido, Magno Malta (ES).

Meses atrás, o senador já havia anunciado sua pré-candidatura à presidência da república e tem contado com forte apoio dos evangélicos. Prova disso, é o Pr. Silas Malafaia - líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo - que recebeu Malta em seu programa de televisão, dialogou sobre projetos que o senador propõe, como redução da maioridade penal, guerra contra o narcotráfico, contra a pedofilia e declarou apoio ao candidato.

A proposta (dissidência) encabeçada por Magno Malta não demorou a ganhar apoio pelos estados brasileiros. Aproximadamente 15 reuniões com esta pauta ocorreram nos últimos 10 dias.

O líder do PR, senador Alfredo Nascimento (AM) afirmou que hoje divulgaria um posicionamento oficial da bancada sobre o assunto.

"Esperamos resolver estas questões internas da melhor forma possível", disse.

Legenda
No último sábado, 26/04, durante o Seminário de Capacitação Política do Partido da República, no clube dos Dirigentes Lojistas de Barra de São Francisco (ES), Malta afirmou que também vai recorrer para conseguir apoio da legenda (PR) para sua candidatura à presidência da república.

“A partir de agora, em nome da lealdade, vou mostrar que o Partido da Repúbica tem dignidade e vamos em frente com chapa para majoritária própria. Estamos hoje com excelentes nomes. Eu não descarto minha candidatura ao governo do estado, mas temos o delegado Fabiano Cantarato para uma vaga no senador e ouras dezenas de nomes fortes como Vasquinho, Gilson Lopes, dlegado Danilo Bhiense, Coronel Ronald Willians, Moabe Souza, mulheres e gente jovem”, explicou.

Segundo o senador, a possibilidade de não ser bem-sucedido em sua solicitação não o assusta.

“Com legenda ou sem serei elemento de novidade neste País. Um berço que congregue tudo que sonhamos, com certeza, tudo que queremos será colocado neste grande berço por uma Brasil melhor, sem corrupção e sem violência”, concluiu.

 

Com informações do Estadao / MagnoMalta.com

veja também