Mais de 4.300 Bíblias serão enviadas para cristãos perseguidos na Ásia

Em Laos, o governo comunista impede que cristãos comprem Bíblias. Mesmo que eles achem onde se venda, um exemplar custa um mês de trabalho.

fonte: Guiame, com informações do site Hello Christian

Atualizado: Quinta-feira, 25 Maio de 2017 as 12:32

A implementação deste projeto exigiu a impressão das Bíblias em língua nativa. (Foto: Dag K Smemo).
A implementação deste projeto exigiu a impressão das Bíblias em língua nativa. (Foto: Dag K Smemo).

Nem sempre a perseguição religiosa se dá de forma física, com torturas e prisões. Muitas vezes podem ser os desafios psicológicos que os cristãos enfrentam em ambientes hostis onde são vistos como cidadãos de segunda classe ou proibidos de praticar livremente sua religião. Esse tipo de perseguição é muitas vezes conduzido por autoridades que impõem regras rígidas para perseguir e intimidar as minorias.

Laos e outros países do Sudeste Asiático são desafiados por regras do governo comunista que os impedem de sequer adquirir uma Bíblia. Alguns cristãos que vivem nas pequenas aldeias, perto da fronteira vietnamita no Laos, não possuem uma Bíblia nem os recursos para sequer comprar uma.

"Em Louang Phrabang, existe uma pesada perseguição contra os cristãos. Eles querem preservar a cultura local, pois sentem que o cristianismo os ameaça", disse Akamu ao site da International Christian Concern.

"Mesmo em áreas de relativa liberdade, muitas vezes é difícil para os cristãos comprarem Bíblias. Há um número limitado disponível e isso torna caro demais, mesmo que você possa achar onde venda. O trabalhador em Laos só ganha cerca de 25 a 27 dólares por mês (o equivalente a aproximadamente 88 reais). Comprar uma Bíblia pode custar um mês de trabalho", disse Alika, uma vítima perseguida.

Distribuição de Bíblias

Por isso, a ICC fez parceria com a Vision Beyond Borders (VBB) para implementar uma distribuição de Bíblias e fornecer a estas comunidades cristãs mais de 4.300 exemplares das Escrituras, para que elas possam usar para evangelizar ou para seu próprio crescimento espiritual.

A implementação deste projeto exigiu a impressão das Bíblias em língua nativa e, em seguida, enviá-las para um local seguro entre a Tailândia e a fronteira de Laos. As Bíblias são deixadas em um local central para ser pego por contatos de confiança que irão distribuí-las através de uma rede de igrejas.

"Em áreas onde a perseguição é forte, é muito difícil encontrar uma Bíblia. Nessas áreas, muitos crentes nunca possuíram uma Bíblia e alguns nunca viram uma. Há uma tremenda necessidade pela Palavra de Deus e nosso contato continua a nos dizer como as pessoas estão gratas por finalmente ter uma cópia das Escrituras em sua língua nativa", afirmou o representante da VBB.

Apesar dos muitos desafios que os cristãos enfrentam em Laos, eles ainda estão empenhados em espalhar a mensagem de Deus e compartilhá-la com seus vizinhos. Portanto, a implementação deste projeto bíblico está ajudando tremendamente com sua missão de treinar líderes para compartilharem o Evangelho, apoiando o crescimento espiritual da congregação e alcançando os 60 diferentes grupos tribais e étnicos no Laos.

Kahoku, um dos beneficiários, explica que quando eles vão em suas missões para visitar os grupos étnicos, geralmente falam com os anciãos ou líderes das tribos, porque "se eles aceitarem Jesus, é provável que toda a aldeia venha a Cristo. A palavra de Deus está mudando as pessoas e as comunidades", ressaltou.

veja também