Mais de 800 jovens cristãos vão às ruas do Rio para oferecer ‘abraços grátis’

A ação foi uma iniciativa do programa Circuito de Campeões e teve como objetivo alertar a população sobre diversos temas como alcoolismo, violência sexual infantil e pornografia.

fonte: Guiame, com informações do site Notícias Adventistas

Atualizado: Segunda-feira, 22 Agosto de 2016 as 11:01

A ação foi promovida pelo programa Circuito de Campeões, que faz parte do projeto Quebrando o Silêncio. (Foto: Reprodução).
A ação foi promovida pelo programa Circuito de Campeões, que faz parte do projeto Quebrando o Silêncio. (Foto: Reprodução).

Na última sexta-feira (19), 800 jovens foram às ruas do Rio de Janeiro para alertar a população contra a violência. O grupo, que estava uniformizado de branco, oferecia “Abraços Grátis” para promover a paz.

A ação foi uma iniciativa do programa Circuito de Campeões, que faz parte do projeto Quebrando o Silêncio. Eles espalharam os cartazes pelo centro do Rio de Janeiro, na Praça Tiradentes, e pelas ruas do Mercadão de Madureira, na zona norte da cidade.

O objetivo era alertar a população sobre diversos temas como alcoolismo, violência sexual infantil, pornografia, entre outros. Cada cartaz apresentava um tipo de violência ou vício. Além disso, os jovens explicaram os malefícios dos vícios para quem passava nas ruas. Muitas pessoas levaram essas informações para casa ao receberem folhetos informativos.

“É muita coisa boa que se está fazendo aqui, porque estão promovendo a paz”, disse um dos moradores de Madureira.

Adilane Amaral, que estava fazendo compras na região, ganhou um abraço do grupo e disse: “O abraço anima o dia das pessoas. Muito bom”, destacou. O envolvimento da população foi tão grande que até um vendedor parou seus anúncios das promoções para falar sobre a ação.

“O entusiasmo do pessoal que passou aqui em frente à minha loja me fez ter vontade de anunciar e receber um abraço deles. Eu, no começo, não queria aceitar, mas com esse pessoal carismático, animado e que está fazendo uma boa coisa, mudei de ideia”, observou o vendedor.

Preocupação mundial

Outra estratégia usada pelos jovens aconteceu na Praça Tiradentes, onde os voluntários desfilaram com bandeiras dos países que estão participando dos Jogos Olímpicos para chamar a atenção também dos turistas.

Eles visavam conscientizar que o combate à violência precisa ser uma preocupação de todos. “Essa ação é muito gratificante para nós. Fazer esse alerta em solo estrangeiro mostra que todos devemos lutar pelos mesmos ideais e que nossa Igreja está atenta aos problemas mundiais”, ressaltou Alex Antihuen, que é chileno.

veja também