Malafaia descarta proposta do PT para igrejas evangélicas: "Hipócritas"

O pastor comentou a mudança no posicionamento do PSB quanto à questão gay, o seu apoio a Marina Silva nas eleições e a inclusão da proposta petista sobre um "apoio" às igrejas evangélicas.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 3 Setembro de 2014 as 11:33

Malafaia descarta proposta do PT para igrejas evangélicas: "Hipócritas"Na última terça-feira, o jornal "O Globo" publicou uma entrevista com o pastor Silas Malafaia, na qual ele comentou a mudança no posicionamento do PSB quanto à questão gay, o seu apoio a Marina Silva nas eleições e a inclusão da proposta petista sobre um "apoio" às igrejas evangélicas.

Ao comentar as mudanças feitas no plano de governo de Marina Silva, o pastor destacou que a decisão expôs uma "incoerência" do movimento LGBT.

"Veja quem são os incoerentes. O programa da Marina não contempla tudo que acredito. Só porque eles fizeram uma correção, os ativistas gays falaram que não vão apoiar. Eles que são intransigentes. Ideologicamente, tudo o que ativismo gay for a favor, eu sou contra. Quem é que trouxe o debate? Chamem Aécio, Dilma e Marina e eu desafio que eles tenham lido seus programas inteiramente. Delegaram para suas equipes. O PSB-LGBT ficou responsável por essa parte e exageraram. Aí, provavelmente, voltaram para discussão do grupo e foi modificado. Ainda assim, os direitos para os gays lá (no programa de Marina) ainda estão grandes e eu não concordo com eles. O programa dela não tem nenhuma linha do pensamento cristão mas tem dez para os gays. Os intolerantes são eles. Quem não quer dialogar são eles (os ativistas gays)", destacou.

Quando questionado sobre a reação de Dilma Rousseff (PT) à tal mudança do PSB, o pastor destacou que não acredita que isto será de fato cumprido. A proposta petista consiste em ampliar benefícios já concedidos à Igreja Católica, também para igrejas evangélicas.

"Estão dando tiro e vão acertar a cabeça deles mesmos. Acendem uma vela para Satanás e uma para Deus. (...) O PT não fez isso nesses 12 anos de governo. Anunciam que vão retomar este projeto e ao mesmo tempo prometem benefícios para as igrejas evangélicas? Dilma e o PT acham que pastor é otário e evangélico é idiota. Vão tomar um surra histórica nessas eleições. Covardes. Hipócritas. É o poder pelo poder", disparou.

Com informações de O Globo

veja também