Marisa Lobo comenta trigamia retratada nas novelas: "Induzindo as mentes alienadas a aceitar o inaceitável"

Em entrevista, a psicóloga reconhece que a homossexualidade é parte da sociedade atual, mas discorda da forma como ela é retratada nas tramas, contribuindo para a desconstrução de famílias

fonte: Guiame

Atualizado: Sexta-feira, 13 Março de 2015 as 12:26

José Mayer e Klebber Toledo interpretam casal homossexual na Globo
José Mayer e Klebber Toledo interpretam casal homossexual na Globo

Um homem casado tem um caso extraconjugal com outro homem e com o consentimento da esposa; uma mulher se casa com um homem que se comporta e se veste como mulher e ambos aceitam outro homem na relação; no dia do casamento a noiva desiste e coloca outra em seu lugar e tudo fica bem; entre outras bizarrices, é isso que tem sido exibido diariamente em rede nacional.

Essas histórias fazem parte da novela 'Império', da Rede Globo. O pior é que nem é preciso assistir à novela para saber, basta estar com a TV ligada na emissora a qualquer horário que as propagandas te atualizam de tudo.

Casais homossexuais não são novidade na televisão brasileira, a novidade é apenas o destaque cada vez maior que os personagens ganham nas tramas e a consequência que cada um desses romances geram nas famílias.

A psicóloga Marisa Lobo, que também é cristã, e já lançou um DVD intitulado 'Desconstrução Familiar - Família Tradicional em Risco', fala ao Guiame sobre a exploração do homossexualidade na televisão.

"As novelas da Globo são um retrocesso a uma época onde as orgias imperavam e as mulheres e crianças nao tinham direitos, eram apenas troféus ou escravas sexuais. Mas de forma mais romântica, induzindo as mentes alienadas a aceitar o inaceitável", defende Marisa.

Sobre as relações que envolvem mais de duas pessoas, ela afirma: "Trigamia é orgia e nada tem a ver com amor, pois amor marital é entre duas pessoas."

A psicóloga questiona o objetivo dos autores dessas novelas em colaboração à desconstrução da família. "Nessa obstinada tentativa de destruir a família, nas histórias das novelas os casamentos têm sempre que ser destruídos por um gay ou uma lésbicas. Não pode na trama se unirem sem destruir familia de ninguém? Ou os autores têm prazer mórbido e orgasmos múltiplos em destruir um casal heterossexual?"

Marisa reconhece que a homossexualidade já é parte da sociedade, mas não concorda com a forma com que ela é retratada nas tramas. "Poderíamos viver em paz, sim, se canais de TV que têm poder sobre as mentes humanas não desconstruíssem tanto a heterossexualidade nas novelas. Podem mostrar as pessoas como elas são, sim, uniões homoafetivas fazem parte da sociedade, mas o que me deixa perplexa é que sempre este final feliz destroi um casamento", lamenta a psicóloga. "Que mensagem a Globo esta passando?", indaga.

Leia também: 
Novela 'Babilônia' gera polêmica com romance lésbico entre veteranas antes mesmo da estreia



.

veja também