Mark Driscoll sinaliza lançamento de nova igreja como seu retorno

O pastor havia pedido demissão da Mars Hill em outubro de 2014, após polêmicas de plágio, tendo a igreja fechada no final do ano.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Segunda-feira, 14 Dezembro de 2015 as 7:54

Pastor Mark Driscoll pregando
Pastor Mark Driscoll pregando

Mark Driscoll, o ex-pastor da extinta Igreja Mars Hill em Seattle, parece estar à beira de lançar uma nova congregação. Ele está listado como um diretor da Igreja Trinity, em Phoenix, Arizona, que foi recentemente incorporada e usa o mesmo endereço para correspondências do Ministério Mark Driscoll. O documento de incorporação diz que a igreja será uma "Bíblia baseada na Igreja Cristã".

O movimento foi observado pelo blogueiro Warren Throckmorton, que também postou os artigos de incorporação. Driscoll pediu demissão da Mars Hill em outubro de 2014, na sequência de uma série de revelações sobre uma intimidação de plágio e alegações de que doações tinham sido aplicadas de forma inadequada. A igreja fechou no final do ano.

Em um e-mail para os adeptos, Driscoll diz que o ministério da igreja local "continua a ser uma vocação e desejo, mas meu plano é não se apressar em nada. Em vez disso, cuidar de cada membro de nossa família, buscando os sábios conselhos de pastores que estão andando com a construção de relações locais com os líderes cristãos para ajudar a construir igrejas locais e globais. Além disso, vamos ver como o Senhor conduz", disse.

Ele anunciou sua mudança para Phoenix, Arizona em julho, mas, em seguida, disse que "não há planos concretos para o ministério da igreja local em curso até o momento". Fontes de Throckmorton disse-lhe, em seguida, Driscoll teve como objetivo plantar uma nova igreja na área, embora os planos sejam "numa fase exploratória".

Entenda a Matéria

Driscoll foi amplamente criticado depois de deixar Mars Hill sobre um retorno ao ministério pastoral e foi opinado como “cedo demais” após suas falhas foram expostas.

Em 2013, antes do colapso, a igreja, Mars Hill, contava com uma frequência semanal de cerca de 12.000 membros. De acordo com o Instituto Hartford de Pesquisa Religiosa, Phoenix tem 10 mega-igrejas, com congregações de mais de 2.000 pessoas. A maior delas é a Primeira Assembleia de Deus em Phoenix que tem cerca de 21.000 membros.

veja também