"Me aproximei do Senhor mais ainda", diz cristã após receber cura

Charlotte foi diagnosticada com a doença de Lyme e uma patologia no fígado, mas isso não foi suficiente para abalar sua fé.

fonte: Guiame, com informações da CBN News

Atualizado: Quarta-feira, 7 Junho de 2017 as 12:26

Charlotte perseverou na fé até que foi curada e conseguiu voltar a cuidar de sua família como costumava fazer. (Foto: Reprodução).
Charlotte perseverou na fé até que foi curada e conseguiu voltar a cuidar de sua família como costumava fazer. (Foto: Reprodução).

Charlotte nunca imaginou que chegaria o dia em que ela ficaria com tanta dor que não poderia mais cuidar de sua família, nem ajudar a dirigir os vários restaurantes que ela e seu marido possuíam. Mas, infelizmente esse dia chegou.

"Na verdade, comecei a ter dores no meu lado direito em 2010", disse ela. "O médico que eu estava indo naquele momento fez extensos raios-x, exames de sangue, mas não conseguiu encontrar nada de errado", comentou.

Ao longo dos anos, a dor e a fadiga pioraram. Charlotte descobriu que tinha doença de Lyme e um fígado inflamado. Os médicos começaram a tratar a doença de Lyme e receitaram analgésicos, mas nada parecia ajudar.

"Eu senti como se todos os dias eu morresse mais um pouco. Eu estava cansada, sem energia. Não gostava de fazer nada além de estar sentada ou deitada. Eu me levantava e tentava varrer, esfregar, cozinhar, o que quer que seja, as coisas normais que eu sempre fiz. Mas, eu simplesmente não conseguia mais fazer isso", disse ela.

Esperança para vencer

O marido de Charlotte, Mike, se lembra dos dias. "Eu deixava a casa todas as manhãs, sabendo a dor que ela sentia. Eu estava perdendo a esperança, mas ela nunca desistiu", disse ele. Charlotte nunca perdeu a esperança porque, como ela disse, havia coisas que a dor não conseguia impedir que ela fizesse.

"Não me impediu de orar. Não me impediu de ler minha Bíblia. Na verdade, eu me aproximei do Senhor mais do que nunca. E eu aprendi que quando Jesus é tudo o que você tem, Ele é tudo o que você precisa”. Mas depois de quase cinco anos de dor crônica, mesmo orando de joelhos, como sua mãe havia ensinado, a dor se tornou insuportável.

"Eu não conseguia mais me ajoelhar por causa da dor", lembrou ela. "Eu literalmente ia para o sofá e apenas chorava, simplesmente deitava lá e chorava para Deus, porque o momento era muito doloroso".

Charlotte nunca perdeu a esperança de que um dia seria curada. (Foto: Reprodução).

A cura

Charlotte sabia que ela precisava de um milagre. "Eu estava de pé perto da geladeira e o pastor na TV disse: ‘Há alguém com um problema de fígado, bastante recente. Existe cura de Deus para você agora mesmo. Apenas glorifique Seu nome e receba’. Eu imediatamente levantei minhas mãos e disse: 'Deus, isso é para mim. Eu sei que é para mim e estou pedindo por cura".

Charlotte continuou orando e acreditando em Deus. Em algumas semanas, a dor desapareceu completamente. “Levantei uma manhã e não estava mais machucando. E eu pensei: ‘Nossa, eu me sinto realmente bem’. Quero dizer, essa foi a primeira vez que eu não sofri tanto. E depois de uma semana eu disse: 'Senhor, você curou meu corpo’. Deus ouviu minha oração e respondeu”. Charlotte já foi curada da doença de Lyme e não precisa mais dos medicamentos. Ela está livre da dor e pode desfrutar de sua família novamente.

veja também