Menina cristã é sequestrada, estuprada e obrigada a se casar com muçulmano

A garota foi convidada para ficar até mais tarde ajudando em uma festa no mês de março, e não retornou no dia seguinte. Logo depois, seus pais receberam uma cópia de sua certidão de casamento islâmico.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2016 as 4:02

Mehwish Masih deixou a escola muito nova porque sua família não podia mais arcar com os custos. (Foto: Reprodução).
Mehwish Masih deixou a escola muito nova porque sua família não podia mais arcar com os custos. (Foto: Reprodução).

Uma menina de 14 anos foi sequestrada, estuprada e forçada a se casar com um muçulmano no Paquistão. Seu pai foi morto a tiros quando ele vendeu sua casa em uma tentativa de comprar sua liberdade.

Mehwish Masih, que deixou a escola muito nova porque sua família não podia mais arcar com os custos, foi contratada como zeladora de tempo parcial em uma casa em Faisalabad. As informações são da Associação Cristã Britânico Paquistanês (BPCA).

Ela foi convidada para ficar até mais tarde ajudando em uma festa no mês de março, e não retornou no dia seguinte. Logo depois, seus pais receberam uma cópia de sua certidão de casamento islâmico.

Seu pai Tanveer Masih, um motorista, vendeu sua casa na favela de Faisalabad slum (Khalid Colony) para pagar um advogado que conseguiu com que o sequestro fosse registrado como crime. Ele foi alertado pelos parentes do novo marido de sua filha, para deixar o caso. Tanveer foi assassinado por dois pistoleiros desconhecidos.

Najma Bibi é a mãe de Mehwish. Ela disse que "a polícia não fez nada de substancial para ajudar a minha filha, que agora não têm dinheiro para defender os nossos direitos e sem o meu marido, não temos nenhuma voz. Vivemos em uma situação desesperadora, precisamos de ajuda. Eu oro para que a minha filha continue a colocar a sua esperança em Jesus Cristo".

Kanwal Amar da BPCA, está tentando aumentar a conscientização sobre Mehwish, além de mencionar outros que compartilham do mesmo destino. Ele está tentando levantar fundos para encontrar uma nova casa para a família. "A família está com medo do futuro, mas estão optando buscar pela justiça custe o que custar. Eles estão esperando que os cristãos do Ocidente possam ajudar a apoiar sua causa. Eles estão com medo da tortura e do estupro que sua jovem filha está passando”, comenta.

“Nagma, a mãe de Mehwish, também expressou o desejo de ter mais segurança para sua família. O incidente causou grande ansiedade e trauma e eles precisam de um lugar para reavaliar o seu futuro, enquanto eles se recuperam", ressaltou.

Wilson Chowdhry, presidente da BPCA, disse que há uma estimativa de 700 jovens cristãs por ano que são sequestradas, estupradas e obrigadas a se casar no Paquistão.

"Esse número é apresentado por ONGs cristãs e continuamos a afirmar que muitos casos não são declarados. As pessoas no Oeste estão expressando grande consternação pelo fato de ser feito pouco caso na busca por justiça para as filhas sequestradas. Bem, aqui vemos o resultado de uma ação contra os autores. Um pai foi assassinado”, disse.

"Assim, muitos fatores devem ser levados em conta durante esses incidentes e eu recomendo que as famílias possam lutar por justiça, mas também entendo por que tantos escolhem não fazer nada e suportar a dor para salvar o que resta de suas famílias”, finalizou.

veja também