"A missão é dada quando queremos fazer a vontade de Deus", diz missionário no sertão

O pastor Neto, que atua como missionário em Juazeiro do Norte (CE), faz um alerta aos cristãos que se sentem chamados para ir ao campo.

fonte: Guiame, com informações da Lagoinha

Atualizado: Quinta-feira, 27 Abril de 2017 as 1:47

Segundo o pastor, a missão é dada para quem espera o tempo correto de Deus. (Foto: Paulo Campos).
Segundo o pastor, a missão é dada para quem espera o tempo correto de Deus. (Foto: Paulo Campos).

O pastor Neto, que atua como missionário em Juazeiro do Norte (CE), esteve presente no Congresso Internacional Adoração, Intercessão e Missão Diante do Trono 2017. Abordando o tema “missões”, ele destacou que o “ide” é um mandamentos para todos os cristãos e não apenas para alguns líderes.

Com base em Atos 13.21,22, o pastor Neto pregou. “A coisa mais extraordinária que pode acontecer na vida comum é o chamado de Deus. Você pode participar de tudo, você pode ter uma alta profissão, você pode ter fama, você pode ter troféu, você pode ser quem for, mas nada será mais importante do que o chamado de Deus, do que a evangelização do mundo”, disse ele.

“Você pode se alegrar com seu carro, com sua família, com sua igreja, com muitas coisas, mas há uma alegria grande, explosiva, que só é dada por Deus no momento em que você evangeliza. A maior vantagem da vida é ser chamado por Deus. A quem essa missão é dada? Como essa missão é entregue?”, questionou o missionário.

Missões para quem?

O pastor Neto explica como o cristão recebe uma missão de Deus. “Em primeiro lugar, quando somos aprovados por Deus no meio da nossa família. Comece primeiro em casa. É aí que você é capacitado, é aí que você pode ser habilitado, é aí que Deus vai lhe encher de poder”, diz.

“A aprovação de Deus tem que ser no meio dos parentes, da sua casa. Quando Deus nos aprova no meio dos nossos, a gente pode ir. Deus irá conosco. Faça a obra de Deus que ele vai fazer chover na sua horta. Não há empecilho para quem quer servir ao Senhor”, alertou.

Ele continua explicando que a missão é dada para quem espera o tempo correto de Deus. “Em segundo lugar, esperar não é parar, não é desistir no meio do caminho. Esperar é confiar que na hora certa Deus vai fazer. É descansar no Senhor. Quem não espera, perde a oportunidade de ver Deus fazer. É bom que a gente atenda ao chamado de Deus, mas a gente tem que saber o tempo certo de fazer as coisas”, ressaltou.

“Em terceiro lugar, a missão é dada quando estamos dispostos a fazer toda a vontade de Deus. Para fazer a vontade de Deus, é necessário que você renuncie a sua”, disse.

Avivamento no Sertão

Antes de começar a pregação, o pastor Neto contou um testemunho sobre seu livro, “Avivamento no Sertão Nordestino”, e trouxe uma breve reflexão sobre o tema: “Avivamento não é para alguns líderes, não é para promover algumas pessoas, uma denominação. Avivamento é para um povo”, comentou.

“Quando começamos o trabalho no sertão nordestino havia uma inquietação no nosso coração, dificuldades. E eu pensava: 'Como que isso vai acontecer?' E eu queria fazer algo, dizer para as pessoas da nossa luta e Deus falava comigo assim: 'Fique quieto porque eu vou inclinar os olhos de quem eu quero para o que eu vou fazer aqui'. E aí surgiu a ideia da gente escrever o livro”, contou.

“Eu disse, ‘Senhor, eu não sou escritor, não tenho habilidade de escrever um livro e eu não sei como fazer o livro e não tenho condição de editar esse livro’. E Deus disse: ‘Não é seu, esse livro. Esse livro é meu. E eu vou fazer acontecer porque eu quero que se divulgue o que eu estou fazendo e que vou fazer no sertão nordestino’”, lembrou o missionário.

“Ai um dia surgiu essa oportunidade e falei com a Ana e Gustavo e eles nem sabiam o que eu ia colocar no livro. Nem sabiam o que teria no conteúdo e disseram: ‘Vamos ajudar você a lançar esse livro’. E eu disse: ‘Meu Deus ele nem sabe se eu vou colocar uma besteira aqui nesse livro’. Mas Deus falou pra mim assim: ‘Eu estou inclinando os olhos de quem eu quero’”, pontuou.

“Eu falo do Nordeste no livro, porque Deus quis marcar na foto o Nordeste. Mas esse avivamento é para o mundo inteiro. Avivamento que eu chamo dos últimos dias. Deus não vai arrebatar a sua igreja antes que colha todos os seus escolhidos. Antes que traga todas as suas ovelhas perdidas da casa de Israel. Então, vai vier a crise? Vai. Mas, avivamento sempre acontece, todos os avivamentos da história aconteceram sempre em momentos de crise. E se o problema é esse, nós estamos tranquilos porque crise é o que não falta no Brasil”, comentou.

Confira a ministração do pastor Neto:

 

veja também