Muçulmano armado invade conferência cristã, nos EUA: "Sejam tomados pelo terror"

Ehab Jaber entrou sem permissão em uma conferência fechada para cristãos. Parte de sua ação foi transmitida ao vivo no Facebook.

fonte: Guiame, com informações do site Hello Christian

Atualizado: Quarta-feira, 19 Abril de 2017 as 9:51

A primeira ação de Jaber foi filmar a capa de seu Alcorão. (Foto: Reprodução).
A primeira ação de Jaber foi filmar a capa de seu Alcorão. (Foto: Reprodução).

Um muçulmano que estava armado ameaçou uma conferência cristã, dizendo aos participantes que eles deveriam "ficar assustados" e "apavorados" enquanto se exibia com uma série de armas de fogo. O homem que praticou tais ações estava vestido com uma camiseta que dizia: "Eu sou americano, sou muçulmano, sou perigoso".

Ehab Jaber entrou na conferência em Dakota do Sul (EUA) e começou a filmar tudo. Ele foi abordado por um guarda de segurança e escoltado para fora, dando um nome falso quando foi solicitado a se identificar. "Foi um evento marcado, mas não tínhamos voluntários suficientes para verificar todos os participantes durante todo o evento", disse Shahram Hadian, ex-líder muçulmano e hoje cristão.

"Este sujeito entrou depois que o evento começou. Assim que o hotel abriu, já havia algumas pessoas dentro. Ele encontrou alguma forma de entrar com as pessoas que estavam do lado de fora. Este era um evento confidencial, um evento fechado para cristãos e não tínhamos como verificar todos os participantes", explicou.

A primeira ação de Jaber foi filmar a capa de seu Alcorão, então ele começou a explorar o público. "Meu nome é John Smith", disse ele, gravando o vídeo ao ser conduzido para fora. "O muçulmano John Smith", bradava. Em um vídeo ao vivo no Facebook, Jaber pergunta a si mesmo: "Você tem suas armas com você?"

Chegando em seu carro, ele puxa uma série de rifles e revólveres dizendo: "Você sabe, se você quer ser realmente assustado?” Depois que ele foi expulso do evento, começou a dizer que os oradores daquela reunião eram uma ameaça a sua segurança.

Sem crimes

"Tenham medo, fiquem assustados. Sejam tomados pelo terror", as palavras foram transmitidas pelo Facebook enquanto estava estacionado no centro de conferências. Para a surpresa dos organizadores do evento cristão, depois de analisar os vídeos, a polícia escolheu não acusar o homem de qualquer crime.

O advogado do estado diz que ele ainda está investigando, mas não viu nada de criminoso na natureza dos vídeos. Ehab Jaber é um ex-residente da Arábia Saudita, que trabalha como servidor em uma churrascaria local em Sioux Falls. Ele foi interrogado pela polícia e pelo FBI após seu comportamento bizarro.

Dois dos oradores do evento questionaram se o guarda não havia notado a estranha atividade de Jaber e o que poderia ter acontecido a cerca de 500 cristãos, incluindo mulheres, crianças e pelo menos dois legisladores estaduais, que estavam presentes.

Confira as imagens no vídeo abaixo:

veja também