Mulher ora durante tiroteio em aeroporto da Flórida e vê ação imediata de Deus

Annika Dean ficou presa no aeroporto de Fort Lauderdale, onde um atirador matou cinco pessoas e deixou outras oito feridas. Após se lançar ao chão e orar, um homem a protegeu com seu corpo.

fonte: Guiame, com informações do site Hello Christian

Atualizado: Quarta-feira, 11 Janeiro de 2017 as 12:27

Sem saber para que lado se virar, ela caiu no chão e começou a orar. (Foto: Reprodução).
Sem saber para que lado se virar, ela caiu no chão e começou a orar. (Foto: Reprodução).

Annika Dean é uma das mulheres que ficou presa no aeroporto de Fort Lauderdale, onde um atirador matou cinco pessoas e deixou outras oito feridas, na tarde da última sexta-feira (6). Localizado a 50 quilômetros ao norte de Miami, na Flórida, o local foi tomado pelo caos quando o homem disparou na direção de pelo menos 13 pessoas.

Quando Annika ouviu os tiros, ela estava esperando por sua bagagem no aeroporto. Ela sabia que estava em perigo. "Eu soube imediatamente o que estava acontecendo”, explica. “Eu sabia que não eram fogos”, relatou.

Sem saber para que lado se virar, ela caiu no chão e começou a orar. "Eu estava orando, pedindo a Deus especificamente para que meus filhos ainda tivessem a mãe deles. Eu estava preocupada com o fato deles perderem a mim”.

Naquele momento, Tony Bartosiewicz, um senhor de 70 anos, parecia ser a resposta de suas orações. O eletricista aposentado de Rochester (Nova York), tinha voado para a Flórida com sua esposa para embarcar em um cruzeiro. Sua esposa estava em uma outra área do aeroporto, na parte de bagagem, quando Tony avistou Annika. Ele imediatamente cuidou de proteger ela com seu corpo.

Tony Bartosiewicz e sua esposa. (Foto: Reprodução/Facebook).

Um senhor de coragem

"Ele basicamente subiu em cima de mim e sussurrou: ‘Eu vou te proteger’. Eu sabia que ele poderia ser ferido se fizesse isso, mas eu também sabia que iria sobreviver”, contou. Annika não podia suportar olhar para cima por causa do tiroteio e continuou no chão. Mais tarde, Tony disse que o atirador tinha realmente ficado próximo deles enquanto ele estava a protegia.

Annika está muito grata por Deus ter atendido sua oração. "A primeira coisa que eu disse para ele foi que eu estava muito grata e disse que ele me trouxe conforto. Aquilo era realmente reconfortante. Agradeci durante todo o dia e disse-lhe que ele foi um herói”, contou.

Tony saiu com sua esposa e se dirigiu para seu cruzeiro antes que qualquer pessoa pudesse obter uma resposta dele, mas sua filha sugeriu que este é o tipo de homem que é. "Esse é o tipo de pessoa que ele é", disse ela. "Ele faria algo assim sem pensar", respondeu.

veja também