Não é reputação que buscamos, mas vidas renovadas

Salvar esse trapaceiro (Zaqueu( teve um custo, a saber, a reputação de Cristo

fonte: Guiame, Reinhard Bonnke

Atualizado: Terça-feira, 20 Outubro de 2015 as 4:35

Reputação
Reputação

Zaqueu tinha um caráter calculista, mas ele nunca adivinhou que iria lidar com alguém como Jesus, nunca imaginou um homem assim. Ele sentiu seu interior exposto ao juiz mais genial do mundo. Jesus teve piedade dele, lhe amou.

Sua alma encolhida começou a expandir como esponja em água. Um pensamento então entrou em sua mente que nunca lhe havia penentrado antes, a ideia de dar dinheiro aos pobres. Jesus viu isso e disse: “Hoje houve salvação (libertação) nesta casa.” Isto é libertação, uma amostra do que está por vir.

Todavia, salvar esse trapaceiro teve um custo, a saber, a reputação de Cristo. Zaqueu trabalhava para o poder dominante da odiada Roma e as pessoas viram Jesus fazer amizade com ele. Isso danificou a popularidade de Jesus. Seus inimigos usariam isso.

Sua resposta deve ter tido pouco efeito sobre seus intransigentes críticos, mas revelou a verdade sobre o caráter de Jesus. Ele disse: “O Filho do homem veio buscar e salvar o que estava perdido.” (Lucas 19:10).

Isso resume Jesus, nosso Senhor. Se resume qualquer um de nós, basta-nos ser como nosso Senhor. Não é reputação que buscamos, mas vidas renovadas.

 

veja também