"Não há outro Deus como Alá e Maomé é o mensageiro de Deus", diz faixa de sequestrador na Austrália

Apesar de especulações, a nacionalidade do homem ainda não foi confirmada e as motivações do ataque ainda são "desconhecidas".

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Segunda-feira, 15 Dezembro de 2014 as 9:05

"Não há outro Deus como Alá e Maomé é o mensageiro de Deus", diz faixa de sequestrador na AustráliaDesde às 10h do último domingo, 14/12 (horário de Brasília), um homem armado mantém reféns no "Lindt Chocolat Cafe", em Sidney (Autrália).

A polícia conseguiu contato com o sequestrador, mas sua estratégia tem se baseado no sigilo. O que se sabe até o momento, é que o homem armado ainda mantém dezenas de reféns no local e segura uma faixa que diz: "Não há outro Deus como Alá e Maomé é o mensageiro de Deus".

Apesar de especulações, a nacionalidade do homem ainda não foi confirmada e as motivações do ataque ainda são "desconhecidas".

Desde o início da ação até agora, outros cinco reféns já foram libertados. Segundo a vice-chefe de polícia local, Catherine Burn, eles estão sendo avaliados por médicos. Ainda não há notícias de feridos no local.

Chegou à emissora local "Network 10", a informação de duas reféns, que afirmaram que o sequestrador tem duas bombas plantadas em outros locais da cidade.

De acordo com uma emissora local "Channel 10", o homem armado teria pedido que seja entregue uma bandeira do grupo "Estado Islâmico" (ISIS).

Contextualização
O Estado Islâmico (organização terrorista) tem atuado em diversos países do Oriente Médio, como Síria, Irã e Iraque. O objetivo principal destas atuações é criar um califado. Para tanto, o grupo terrorista tem forçado os cidadãos de cada região a aderirem à fé islâmica. Caso as pessoas se recusem a aderir à religião, são expulsas de suas próprias terras ou assassinadas.

As cenas de execuções são de pessoas (homens, mulheres e crianças) nestas regiões têm sido cada vez mais frequentes nas redes sociais. A própria organização tem tratado de divulgar muitas destes vídeos e fotos.

A Austrália tem contribuído com o combate ao terrorismo nestas áreas, junto aos exércitos dos Estados Unidos e da Inglaterra, enviando suas tropas ao Oriente Médio.

"Não há outro Deus como Alá e Maomé é o mensageiro de Deus", diz faixa de sequestrador na Austrália

Com informações do G1

veja também