Neymar pode ser advertido por causa da faixa com '100% Jesus'

Ao expor a mensagem '100% Jesus' durante a premiação olímpica da Seleção Brasileira, o jogador desafiou uma regra da 'Carta Olímpica', que rege a conduta dos atletas durante os jogos.

fonte: Guiame, com informações do Extra (Globo)

Atualizado: Domingo, 21 Agosto de 2016 as 1:14

Neymar desafiou uma regra da 'Carta Olímpica' e exibiu a faixa com a expressão '100% Jesus' durante a premiação olímpica da Seleção Brasileira de Futebol Masculino. (Foto: João Laet / Globo)
Neymar desafiou uma regra da 'Carta Olímpica' e exibiu a faixa com a expressão '100% Jesus' durante a premiação olímpica da Seleção Brasileira de Futebol Masculino. (Foto: João Laet / Globo)

A alegria da celebração do ouro olímpico pela Seleção Brasileira de futebol masculino está sendo motivo de orgulho, inclusive para muitos cristãos, considerando que o goleiro Weverton afirmou ao final do jogo que "a glória é de Deus" e também o atacante Neymar Jr. decidiu receber sua medalha de ouro com a expressãol "100% Jesus" estampada em uma faixa na testa.

Apesar da declaração de Weverton ter chamado bastante a atenção, por sua firmeza em responder ao jornalista Eric Faria, da rede Globo, que não era questão de destino, mas sim "cuidado de Deus", foi a atitude de Neymar que incomodou o Comitê Olímpico Internacional.

Considerando que o Comitê Olímpico Internacional proíbe a expressão de qualquer tipo de mensagem que seja associada a alguma religião ou política, a atitude de Neymar poderá notificar o Comitê Olímpico do Brasil (COB), gerando assim uma advertência ao jogador, mas nenhuma punição deve ser aplicada.

O astro do futebol já tinha feito isso em 2015 e o fato acabou incomodando a FIFA, que chegou a divulgar uma imagem de Neymar Jr. com a inscrição apagada da faixa na cabeça do jogador.

O comportamento dos atletas no jogo segue o código de conduta da 'Carta Olímpica'. Segundo o artigo 50 do documento, é proibida em qualquer instalação Olímpica, "qualquer forma de manifestação ou de propaganda política, religiosa ou racial".

veja também