Nos EUA, Papa destaca trabalho das comunidades cristãs e pede que bispos recebam sem medo os refugiados

"Devem recebê-los sem medo. Oferecer-lhes o calor do amor de Cristo", disse o pontífice

fonte: Guiame, com informações da EFE e AFP

Atualizado: Quinta-feira, 24 Setembro de 2015 as 10:57

Papa Francisco
Papa Francisco

Nos Estados Unidos, o Papa Francisco iniciou sua visita relembrando as origens imigrantes de sua família. O pontífice aproveitou para pedir aos bispos que acolham sem medo os refugiados.

"A Igreja americana conhece como poucas as esperanças dos corações dos imigrantes. Desde sempre aprendeu sua língua, apoiou suas causas, integrou suas contribuições, defendeu seus direitos, promoveu a busca de prosperidade, mantendo acesa a chama da fé", disse ele.

Francisco também disse estar seguro de que essas famílias imigrantes poderão abençoar o país e a Igreja.

O Papa comentou que por vezes pode ser difícil 'ler a alma' desses imigrantes, mas que há a necessidade de abenço-á-los e animá-los. "Devem recebê-los sem medo. Oferecer-lhes o calor do amor de Cristo e assim decifrarão o mistério de seu coração", completou.

Em sua fala, o pontífice reconheceu o trabalho que os bispos americanos desenvolvem com os imigrantes. "Nenhuma instituição americana faz mais pelos imigrantes que suas comunidades cristãs", pontuou ele.

veja também