Novo ataque contra cristãos deixa pelo menos 26 mortos, no Egito

Cerca de 10 homens uniformizados atacaram um ônibus e um carro, deixando também cerca de 25 cristãos feridos.

fonte: Guiame, com informações do The Telegraph

Atualizado: Sexta-feira, 26 Maio de 2017 as 10:34

O ataque segue uma série de bombardeios do grupo terrorista Estado Islâmico contra a minoria copta do Egito. (Foto: Reprodução/Twitter).
O ataque segue uma série de bombardeios do grupo terrorista Estado Islâmico contra a minoria copta do Egito. (Foto: Reprodução/Twitter).

Mais um brutal ataque abalou a comunidade cristã no Egito, na manhã desta sexta-feira (26) com pelo menos 26 crentes mortos a tiros e 25 feridos. A investida aconteceu em um ônibus perto da cidade de Minya, segundo autoridades egípcias.

Um ativista copta disse que o veículo, que estava acompanhado de um carro, foi atacado enquanto seguiam em uma estrada sem asfalto, a cerca de 140 quilômetros ao sul do Cairo, de acordo com o site The Telegraph.

Cerca de 10 homens vestidos com uniformes militares realizaram o ataque, segundo o Daily Mail. "Eles estavam a caminho do Mosteiro de Anba Samuel", disse Ishak Ibrahim, pesquisador da Iniciativa Egípcia pelos Direitos Pessoais. "Eles foram emboscados durante o trajeto, em uma estrada sem asfalto que conduz ao mosteiro. O carro estava carregando pessoas que trabalhavam no mosteiro e o ônibus levava os visitantes", relatou.

Série de ataques

O ataque segue uma série de bombardeios do grupo terrorista Estado Islâmico contra a minoria copta do Egito, que matou pelo menos 46 pessoas em igrejas em Tanta e Alexandria, durante a Páscoa.

Outro bombardeio suicida do Estado Islâmico matou 29 pessoas em uma igreja no Cairo, em dezembro do ano passado, e os jihadistas realizaram uma campanha coordenada de assassinatos contra cristãos no Sinai, fazendo com que muitos fugissem de suas casas.

Existem cerca de 10 milhões de cristãos no Egito, representando cerca de 10% da população do país de 90 milhões.

veja também