Número de evangélicos cresce mais rápido em igrejas próximas a rodovias

“O Brasil está caminhando para deixar de ser o maior país católico do mundo. Vai ser um choque para a Santa Sé”, afirmam pesquisadores.

fonte: Guiame

Atualizado: Domingo, 7 Dezembro de 2014 as 7:30

As igrejas situadas ao longo das vias, principalmente as pentecostais e neopentecostais, são as que concentram o maior aumento de fiéis. Isso é o que mostra uma pesquisa desenvolvida com base no Censo Demográfico de 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que notou o rápido aumento do número de evangélicos em cidades que ficam nas margens da Via Dutra (Rio-São Paulo) e BR-101 (Rio-Espírito Santo), que difere nos municípios afastados das rodovias. 

A Igreja Projeto Vida, localizada às margens da Dutra, no Município de Nova Iguaçu, retrata essa realidade. Há cinco anos, a igreja tinha apenas oito membros. Hoje, cerca de 250 pessoasse reúnem nos cultos por noite. “Há uma crise de valores na sociedade, que tem levado as pessoas a buscarem respostas para suas angústias financeiras e familiares. Elas querem ser bem recebidas e assistidas nas dificuldades. A Igreja Evangélica faz esse acolhimento”, explica o pastor Márcio Gonçalves.

Dentre os membros da igreja, estão aqueles que abandonaram a fé católica. A aposentada Marlene Navega Moreth, de 71 anos, é uma delas. Vizinha da Igreja Projeto Vida passou a frequentar a nova religião. “Cheguei a fazer promessa para um filho que se acidentou, mas preferi mudar de religião”, conta ela.

Em oposição ao crescimento evangélico, a Igreja Católica tem perdido seus membros. Se o aumento de evangélicos continuarem, os pesquisadores preveem que, em 2040, a religião terá o mesmo número de fiéis que o catolicismo.

 “O Brasil está caminhando para deixar de ser o maior país católico do mundo. Vai ser um choque para a Santa Sé”, afirmam os pesquisadores José Eustáquio Diniz Alves e Luiz Felipe Walter Barros, responsáveis pelo estudo ‘A transição religiosa brasileira e o processo de difusão das filiações evangélicas no Rio de Janeiro’.

Na cidade de Aparecida, no interior paulista, onde está o Santuário Nacional de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, ainda há resistência ao avanço protestante, com a maior presença católica.

Com informações de O Dia
www.guiame.com.br

veja também