O que podemos aprender com os alemães?

O Felipão aprendeu sobre tática, a CBF aprendeu sobre organização e nós, Cristãos? Que proveito podemos tirar desse time campeão?

fonte: Minha Vida Cristã

Atualizado: Quinta-feira, 17 Julho de 2014 as 3:07

O que podemos aprender com os alemães?Semana passada, nós, brasileiros, enfrentamos o maior vexame da história do futebol mundial, aquele 7 x 1 para Alemanha. Isso todo mundo sabe, foi a notícia mais comentada do mundo, foi recorde de memes e postagens no facebook, e em meio a esse vexame fomos acometidos da Síndrome de Estocolmo, e nos tornamos torcedores apaixonados do nosso carrasco.

A Alemanhã veio ao Brasil para cumprir uma grande missão: ganhar a Copa do Mundo para os germânicos, e conseguiram, foram campeões. Como amante do futebol foi maravilhoso ver a competência alemã em campo e como cristão me deu vontade de observar e aprender com eles, visto que também tenho uma grande missão para cumprir: ganhar o Mundo para Cristo.

Então vamos lá, resolvi listar abaixo pelo menos 5 pontos fundamentais utilizados pela equipe de Joachim Low na conquista da sua missão e analisar se funciona também no cumprimento da nossa missão.

1. UM TIME BEM PREPARADO

A seleção alemã não chegou no campo despreparada, foram oito anos de treinamento, investimento na base e estudando os adversários.

Quando Cristo nos convocou, em Mateus 28:19, ele disse para irmos fazer discípulos de toda a nação, batizando e ensinando. O chamado de Cristo não foi apenas para entregar um folheto e dizer que Jesus ama, vai muito além disso, é andar junto, ensinar, e como posso ensinar algo sem saber? Pedro nos orienta a estarmos sempre preparados para responder a qualquer que nos pedir a razão da esperança que há em nós. (1 Pe 3:15).

2. UM TIME CONHECEDOR DA NOSSA CULTURA

A seleção alemã foi vista dançando na praia, visitando tribo indígena, curtindo samba e axé, eles mergulharam na cultura brasileira, estudaram a nossa cultura e conseguiram dialogar.

O apóstolo Paulo nos mostra a importância de estudar e entender a cultura alheia. Em uma viagem à Atenas, ele foi convidado a uma reunião no Areópago (o tribunal da cidade onde se reunia políticos e filósofos gregos) e procuraram saber sobre o que ele ensinava (At 17:22). Paulo inicia sua fala observando o quanto eles eram religiosos, e que andando pela cidade observou cuidadosamente os objetos de cultos e um altar oferecido ao deus desconhecido. Partindo desse prévia, ele apresenta esse deus e ainda faz menção no versículo 28 a um grande poeta grego, Epiménides de Cnossos (600 a.C.) citando uma de suas frases.

O final da história conta que alguns homens juntaram-se a ele e creram. Sem o conhecimento da cultura grega, possivelmente, Paulo não teria tido tanto êxito nessa missão.

3. UM TIME QUE SE TORNOU BRASILEIRO

Dois jogadores se destacaram e cairam na graça do povo – Podolski e Schweinsteiger – e não foi só pelo fato de jogarem bola, mas pelo fato de terem se tornado brasileiros por trinta dias. A dupla vestiu a camisa do time de maior torcida no país (Flamengo), postaram fotos escrevendo em português, aprenderam algumas palavras e ainda torceram pela canarinho.

O grande desafio do cristão na hora de evangelizar é deixar de lado seu evangeliquês, cheio de clichês e manias gospel, e falar a língua do povo.

Mais uma vez aprendemos com o apóstolo Paulo a deixar de lado algumas coisas afim de ganhar o maior número possível de pessoas:

“Tornei-me judeu para os judeus, a fim de ganhar os judeus… para com os fracos tornei-me fraco, para ganhar os fracos. Tornei-me tudo para com todos, para de alguma forma salvar alguns.” 1 Co 9:20-22

4. UM TIME QUE OLHOU PARA ALÉM DE UM ESTÁDIO E ENXERGOU OS QUE ESTAVAM AO SEU REDOR

Chegaram em nosso país, montaram um grande hotel e geraram emprego contratando mão de obra brasileira.

Em uma das visitas pela comunidade doaram dinheiro para a construção de uma quadra em uma escola. Eles ainda doaram 25 bicicletas que seriam usadas pelos atletas para algumas crianças e no final da copa doaram 10.000 euros (R$ 30.000,00) para os índios da aldeia Pataxó comprarem uma ambulância. Mais recente o meia Ozil decidiu doar o prêmio pelo título no valor de 400.000 dólares (R$ 880.000,00) para realização de cirurgia em crianças carentes do Brasil.

O cristão tem que olhar para além do culto, para além do templo, e ver aqueles que estão ao redor, precisando de um abrigo real com teto e cobertor, precisando ser amparado com comida de verdade, arroz e feijão, com educação básica, enfim, o cristão deve levar o reino de Deus para os necessitados, e não simplesmente esperar que eles venham até o “reino” (igreja).

“A religião que Deus, o nosso Pai aceita como pura e imaculada é esta: cuidar dos órfãos e das viúvas em suas dificuldades e não se deixar corromper pelo mundo.” Tiago 1:27

5. UM TIME QUE GANHOU A SIMPATIA DE TODO O POVO

E por fim vale lembrar que a Alemanha aplicou a maior goleada do Brasil em uma copa, mas isso não abalou em nada o sentimento do povo brasileiro por eles, pelo contrário, a torcida brasileira simpatizou tanto que comemorou e soltou fogos com o título alemão.

Já escutei várias vezes pessoas dizerem que não gostam dos crentes por que são chatos. Já ouvi também vários crentes dizerem que é assim mesmo, pois a luz incomoda quem está em trevas.

A igreja de Atos falava sobre Jesus, confrontava o pecado mas em nenhum momento perdeu o respeito do povo. Alguns criam e outros não criam, mas independente disso a bíblia fala em Atos 2:47 que eles louvavam a Deus e tinham a simpatia de todo o povo. E o Senhor lhes acrescentava todos os dias os que iam sendo salvos.

Depois da copa do mundo, espero que muitos tenham aprendido algo com os alemães – Que o Felipão tenha aprendido com o Joachim Low, que o Júlio César tenha aprendido com o Neuer, que o Fred tenha aprendido com o Muller, que a Nike tenha aprendido com a Adidas, e que eu, depois de pensar e analisar esses 5 pontos, tenha aprendido como cumprir bem a minha missão.

Por Euriano Sales - Um cearense, cabra macho, publicitário, apaixonado por literatura de cordel e louco por Jesus, a quem considera ser seu redentor, salvador e o maior diretor de criação que já houve em todo universo.

veja também