Os cristãos não devem esperar vida alienígena fora da Terra, aponta criacionista contra pesquisas da Nasa

O CEO do Museu da Criação de Petersburg afirma a procura por E.T.s é algo movido pela "rebelião do homem".

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sábado, 30 Agosto de 2014 as 10:24

 

Enquanto a Nasa (Administração Nacional da Aeronáutica e do Espaço) gasta seus esforços e dólares procurando por extraterrestres, Ken Ham, CEO do Museu da Criação de Petersburg (EUA), afirmou recentemente que Deus não criou a vida em qualquer lugar fora da Terra. Indicando que a procura por E.T.s é algo movido pela "rebelião do homem", Ham acrescenta que se sente chocado com os “milhões de dólares gastos em busca desesperada e infrutífera de vida extraterrestre".

 

A Nasa relata que com o trabalho feito nos últimos anos será possível encontrar vida em outros lugares do universo dentro de vinte anos, segundo o astrônomo Kevin Hand. Vários cientistas acreditam que "não estamos sozinhos no universo" e se mostram animados com a implantação do Telescópio Espacial James Webb (JWST) em um ponto onde será capaz investigar as atmosferas de exoplanetas distantes circulando ao redor de “outros sóis”.

 

Em contrapartida, Ham diz que a Bíblia traz respostas para as dúvidas da Nasa e ensina que a Terra foi especialmente criada, e que os cristãos "não deveriam esperar que a vida alienígena esteja surgindo em todo o universo".

Para completar, o curador criacionista destaca que embora a Bíblia não diga se há vida animal ou vegetal no espaço, ele não acredita que essa possibilidade exista, por conta do pecado original cometido por Adão, que deu origem à ausência da perfeição, o padecimento e o mal, trazendo consequências para "todo o universo". "A Bíblia deixa claro que o pecado de Adão afetou todo o universo. Isso significa que todos os estrangeiros também seriam afetados pelo pecado de Adão, mas por eles não serem descendentes de Adão, não podem ter a salvação", conclui.

 

Com informações de The Christian Post

www.guiame.com.br

 

veja também