“Os maiores quebrantamentos nos levam às maiores bênçãos", diz pastor sobre a oração

O pastor evangélico adverte que esta oração, ao contrário de outras, não necessariamente faz com que o cristão “se sinta bem” ou segue a linha de pensamento “Deus sempre torna sua vida melhor".

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Segunda-feira, 16 Maio de 2016 as 10:53

O sermão começa com uma oração a Deus pedindo que lhe quebre o orgulho. (Foto: Reprodução).
O sermão começa com uma oração a Deus pedindo que lhe quebre o orgulho. (Foto: Reprodução).

Uma das orações mais perigosas e difíceis que um cristão pode fazer é pedir para Deus "lhe quebrante". Foi o que disse o pastor Craig Groeschel. Ele lidera a igreja “Life Church”, localizada em Oklahoma. O líder discutiu a importância dos cristãos orarem para que Deus os “quebrassem” em sua série "Orações Perigosas".

O sermão começa com uma oração a Deus pedindo que lhe quebre o orgulho, quebre o egoísmo e de qualquer coisa que o impeça de conhecer a Deus.

O pastor evangélico adverte que esta oração, ao contrário de outras, não necessariamente faz com que o cristão “se sinta bem” ou segue a linha de pensamento “Deus sempre torna sua vida melhor".

“Embora esta oração seja difícil, ela tem o potencial de levar sua vida em maiores caminhos para Deus”, continua Groeschel. “Em troca dessa dor, a de quebrantar você, você poderá experimentar em sua caminhada com Deus bênçãos infinitas”, ressalta o líder apontando para uma experiência em sua própria vida, quando lhe foi dito por um mentor pastoral que no plantio de sua igreja, Deus iria "quebrá-lo".

Groeschel experimentou o repetitivo "quebrar" depois de encontrar numerosos bloqueios e tragédias ao tentar iniciar sua igreja, mas também observa que a partir desta imensa luta e dor, vieram bênçãos infinitas que o fizeram ficar mais perto de Deus e de sua comunidade cristã.

O pastor continua e mostra dois versículos da Bíblia que discutem esta perigosa oração. O primeiro foi Marcos 14:3 e Marcos 14:22. Ambos usam a metáfora de uma pessoa ser "quebrada" para que sua fé possa ser totalmente trabalhada. Em Marcos 14: 3, uma mulher quebra uma garrafa de perfume extremamente caro e derrama-o sobre a cabeça de Jesus em um ato de adoração.

Explicação

Este ato, Groeschel explica, serve como um símbolo para a mulher que deixou sua vida passada para trás e seguiu em frente em sua caminhada com Jesus, representado isso fisicamente por ter quebrado seu perfume valioso, um símbolo de sua vida. Então Ele por sua vez fortaleceu a sua fé.

Em Marcos 14:22 a 24, durante sua última ceia, Jesus "tomou o pão e, tendo dado graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai; isto é o meu corpo. [...] Este é o meu sangue da aliança, que é derramado por muitos".

Mais uma vez, neste verso, a metáfora da “quebra” está sendo usado para mostrar a quebra de si mesmo. Através deste verso, Jesus está dizendo que "pode também ser derramado de tal forma que você dá tudo de si como uma oferta para a glória de Deus", diz Groeschel.

"As maiores quebras da vida muitas vezes levam a maiores bênçãos da vida", reitera o pastor. "Aqueles a quem Deus usa são muitas vezes aqueles que foram quebrados de forma mais profunda, porque Deus nunca desperdiça uma ferida", afirma.

Para aqueles que estão lutando contra a "quebra" por medo da dor ou fracasso, Groeschel os encoraja a parar de resistir, e sim abraçar esse ato, dando-se totalmente a Deus e sua comunidade da igreja. “Meu maior conselho a você é apenas ser quebrado de forma aberta, totalmente depender de Deus e deixar Ele fazer um trabalho de cura por você", conclui o pastor.

veja também