Paratleta agradece a seus pais cristãos por não ter sido abortada, apesar da deficiência

A jovem de 21 anos é jogadora de basquete e foi recentemente coroada “Miss Cadeira de Rodas América” de 2017. Eliza diz que seus pais sempre a incentivaram a não desistir dos seus objetivos.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Quinta-feira, 25 Agosto de 2016 as 9:31

McIntosh nasceu com uma condição médica chamada “dysgenesis espinhal”, uma anomalia congênita rara. (Foto: Reprodução).
McIntosh nasceu com uma condição médica chamada “dysgenesis espinhal”, uma anomalia congênita rara. (Foto: Reprodução).

Os pais de Eliza McIntosh receberam a recomendação médica de abortar sua filha. Quando ela ainda estava dentro do útero de sua mãe, seu futuro parecia ser sombrio. Os médicos disseram que na melhor das hipóteses, ela viveria em estado vegetativo e que seria necessário um tubo de respiração durante toda a vida. Agora ela é uma atleta e “rainha da beleza”.

A jovem de 21 anos conta que apesar do aconselhamento dos médicos para que sua família a abortasse, eles não fizeram isso, por causa da fé em Deus. "Meus pais são muito religiosos, por isso eles são contra o aborto”, disse.

McIntosh nasceu com uma condição médica chamada “dysgenesis espinhal”, uma anomalia congênita rara, na qual um segmento da medula espinhal não consegue se desenvolver adequadamente. Esta condição paralisou metade do seu corpo, da cintura para baixo. Seus pais a veem como um dom de Deus e ajustaram suas vidas para cuidar dela.

"Eles não iam me deixar morrer", disse McIntosh. "Eles decidiram modificar a nossa casa para torná-la mais acessível e nunca me trataram de forma diferente".

Ela também diz que seus pais a incentivam a nunca desistir de um objetivo na vida. "Meus pais sempre foram uma grande inspiração", disse ela. "Eles nunca me disseram que eu não podia fazer nada. Nós sempre encontramos uma maneira de contornar as dificuldades que tive", explicou.

"Eles colocaram em mim a ideia de que eu deveria saber a diferença entre ter uma deficiência e estar sendo 'desativada'", continuou. "Ter uma deficiência é algo com que nascemos, mas ser 'desativada' significa que você está desistindo".

Devido ao incentivo dado a ela por seus pais, McIntosh foi capaz de conquistar um monte de coisas. Ela agora é uma jogadora de basquete, e recentemente foi coroada “Miss Cadeira de Rodas América” de 2017.

veja também