Pastor alerta os pais sobre uso do celular por crianças: “O alvo do Diabo são seus filhos”

O líder ressalta em sua ministração que os pais precisam acompanhar os filhos mais de perto, além de procurar saber o que eles acessam, pois o dispositivo pode ser uma porta para o mundo.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 20 Julho de 2016 as 9:59

Em um vídeo com mais de 125 mil visualizações, publicado no canal “Defesa do Evangelho Oficial”, o pastor Paulo Júnior - fundador e pastor titular da Igreja Aliança do Calvário, localizada em Franca, estado de São Paulo – faz um séria alerta aos pais sobre o uso do celular pelos filhos. Paulo afirma que o mundo pode entrar na vida da criança por meio do aparelho celular.

“Você quer criar uma outra geração? Você quer dominar o mundo? Você começa nas bases”, inicia o líder. “É o que o anticristo está fazendo e os seus filhos podem estar sendo vítimas. Quando eu digo que o principal alvo de Satanás são as crianças, parece que eu estou falando grego aqui nessa igreja”, comenta.

“Eu vou contar um testemunho agora. Escandalize-se, mas pode estar acontecendo com você que é um pai frouxo e que não tem rédeas na sua casa. Ou com você que é uma mãe omissa e não tem as rédeas da sua casa”, continua.

“Um rapaz veio me contar o que aconteceu com uma mocinha. A menina tinha cinco anos de idade. Você tem ideia do que é uma criança de cinco anos? Cinco anos e ela já possuía um celular. Sabe o que essa criança fez, com a estúpida mãe que deu um celular? Estava tirando fotos da genitália dela, das partes intimas, para enviar pelo Whatsapp. Cinco anos. A mãe pegou, descobriu, mas não fez nada. Passaram-se dois anos, a menina tem sete. A mãe entrou no quarto e ela tentou disfarçar. A mãe pegou. Quando ela abre o celular, estava cheio de vídeos e sites pornográficos. Com sete anos de idade”, disse o pastor.

“Você pensa que essa geração é como a sua? Você pensa que essas crianças são como vocês? Vocês estão enganados! O alvo do Diabo são os teus filhos. Se você confia nos seus filos, você é um tolo. Eles podem estar fazendo sexo debaixo do seu nariz. Eles podem estar ingressando na pedofilia, no homossexualismo, sem que você saiba. Porque a final de contas, você patrocina o pecado deles”, alertou.

Paulo Júnior é fundador e coordenador da Sociedade Missionária Defesa do Evangelho. (Foto: Reprodução).

O líder continua sua fala afirmando que as crianças de hoje são depravadas e perversas. “O quê que tem demais em dar um celular? É que o mundo entra dentro do quarto do teu filho e da mente do teu filho através do celular. As crianças de hoje são depravadas e perversas. Elas estão vivendo em um mundo vulgar, perverso”.

“Tem o carro do bebê e o bebê está na frente da TV. Eu vou em casa [de pessoas] e tem menino que não sabe falar, está aprendendo a andar e já está aqui, [mexendo no celular]. E o Diabo: 'isso, isso, coopera comigo. Ensina... Você não sabe o que eu vou fazer na mente dessa criança através do celular’. O camarada não tem comida em casa, não tem dinheiro, mas tem modem, internet rápida e roteador, permitindo que o filho deles se esconda debaixo da cama. Entre dentro de um banheiro e possa acessar livremente”, denunciou.

“Quantos anos o homem viveu sem celular? Quem te disse que uma criança pode ter isso? Quem te disse que quem dá a última palavra é seu filho? Quem disse que ele quem determina o que ele tem e o que ele usa? É você quem manda na sua casa. É você quem diz o sim e diz e não o seu filho. Ele não tem condições de decidir por ele. Ele não tem estrutura psicológica e emocional para decidir por ele. Ele não sabe”, ressalta.

“Você quer ver um teste? Eu desafio você, se você conseguir. Você vai ver tudo. Você vai vasculhar tudo. Você vai entrar na internet, no Facebook. Você vai se assustar com o que você vai ver, sabe por quê? Porque eu já vi. Tá achando que sua filha é santa? Você está enganado. Por isso que os filhos dos crentes não se convertem. Porque os pais acham que são bonzinhos. Não são nada. São filhos de Adão e corruptos. Enquanto não se converterem, estão sobre a ira de Deus e não vão converter nunca, enquanto ficar só tecendo elogios”, pontuou.

veja também