Pastor diz que racismo deve ser enfrentado em nível espiritual: "O diabo quer nos dividir"

"O que o diabo está tentando fazer é dividir as pessoas e fazer com que elas lutem entre si, matem-se uns aos outros", alertou o pastor Miles McPherson.

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2016 as 11:54

Pastor Miles McPherson ora com policiais durante culto em sua igreja. (Foto: SDROCK)
Pastor Miles McPherson ora com policiais durante culto em sua igreja. (Foto: SDROCK)

O pastor Miles McPherson, da igreja 'The Rock', em San Diego, acredita que a melhor maneira de combater o racismo é fazê-lo em "um nível espiritual".

Durante um sermão que ele ministrou no último domingo (10), McPherson centrou sua mensagem na abordagem das tensões raciais nos Estados Unidos, após as mortes de homens negros - Alton Sterling, em Louisiana e Philando Castela, em Minnesota - pelas mãos de policiais na semana passada.

Isto foi seguido de tiroteios motivados por questões raciais na Geórgia, Tennessee e Missouri, nos quais civis e oficiais da polícia foram alvejados, deixando uma mulher morta em Lakeem Keon Scott em Bristol, Tennessee, enquanto ela estava dirigindo seu carro em uma estrada, na quinta-feira passada.

Posteriormente, naquele mesmo dia, 12 pessoas foram baleadas durante um protesto do movimento 'Black Lives Matter' ('Vidas Negras Importam'), em Dallas, Texas (EUA). Onze dos feridos eram policiais, dos quais cinco acabaram mais tarde, devido aos ferimentos. O homem que os alvejou, Micah Johnson, disse que "queria matar pessoas brancas", especificamente policiais brancos.

McPherson disse que a luta contra o racismo tem que ir além da busca pela mera "tolerância" e deve se concentrar mais em "amar" uns aos outros.

"Não é uma questão de negros e brancos, não é uma questão policial ou não-policial, há uma questão espiritual acontecendo e nós, como Casa de Deus, precisamos entender isso", disse McPherson.

"E nós precisamos perceber que há um problema maior acima de tudo isso, e como povo de Deus, temos que lutar nesse nível. O que o diabo está tentando fazer é dividir as pessoas e fazer com que elas lutem entre si, matem-se uns aos outros", alertou o pastor Miles McPherson

McPherson fez em paralelo, uma pergunta hipotética para exemplificar a questão. Ele questionou: 'caso houvesse uma luta entre um crocodilo e um urso, qual dos dois venceria?".

"Aqui está a resposta: Depende de onde eles lutam. Se eles lutam na água, o crocodilo ganha Se eles lutam em terra, a vitória será do urso", continuou McPherson.

"Qual é a relevância? Se você lutar esta batalha no plano natural, você perde. Se você lutar contra isso, tentando obter leis para levar as pessoas a amar uns aos outros, e para se dar bem, você vai perder. Porque Deus nos criou para algo muito maior. por isso, precisamos lutar em um nível espiritual".

Como parte de sua mensagem, intitulada "O Suficiente é o Suficiente", McPherson convidou alguns policiais fardados para subir ao púlpito e orou com eles.

"Oramos pela nossa polícia, pelos homens e mulheres que usam o distintivo. Senhor, oramos pela pequena porcentagem que está fazendo as coisas erradas. Oramos para que o Senhor cuide deles", orou McPherson.

"Sobre o restante deles, oramos para que o Senhor os proteja, oramos para que o Senhor os incentive, para que Tu lhes dê sabedoria e paciência sobre como eles lidam com as pessoas a cada dia que elas os afrontam".

McPherson não é a primeira pessoa a vê uma dimensão espiritual para combater o racismo. Em 2014, o jogador do 'Baltimore Ravens', Benjamin Watson escreveu um post viral no Facebook, afirmando que "em última análise, o problema não é uma questão de cor da pele, é um problema do pecado".

"O pecado é a razão pela qual nos rebelamos contra a autoridade. O pecado é a causa do abuso de autoridade. O pecado é a causa de sermos racistas, preconceituosos e mentirosos para cobrir para o nosso próprio pecado. O pecado é a razão pela qual o motim, saqueia e queima", escreveu Watson.

"Mas eu me encorajo porque Deus providenciou uma solução para o pecado... seu filho Jesus e, com Ele, um coração e uma mente transformada. Um coração que é capaz de olhar para além e ver o que é verdadeiramente importante em cada ser humano".

veja também