Pastor do Projeto 242 comenta assalto à igreja: 'Em vez de amaldiçoar, escolhemos orar pelo ladrão'

Sandro Baggio, missionário do Steiger International e pastor-mentor do Projeto 242 relata o crime ocorrido na igreja na madrugada de segunda-feira (13).

fonte: Guiame, Sandro Baggio

Atualizado: Quarta-feira, 15 Julho de 2015 as 5:25

Sandro Baggio, missionário do Steiger International e pastor-mentor do Projeto 242.
Sandro Baggio, missionário do Steiger International e pastor-mentor do Projeto 242.

 

Um "nóia" entrou no Projeto 242 na noite de domingo para segunda. Através da câmera infravermelho pudemos ver seus movimentos, desde o momento em que ele quebrou um vidro para entrar no salão principal (tendo se cortado no ato), retirou a camiseta para cobrir o rosto (sabia que estava sendo filmado) e moveu-se com certa tranquilidade, no escuro, em direção ao gazofilácio que se encontrava no lado oposto (ele sabia onde estava, indicando-nos que se trata de uma pessoa que esteve em alguma de nossas reuniões).

Seu roubo foi as ofertas deixadas no culto de domingo. E em momento algum se preocupou com o alarme disparado (sabia que havia um "tempo de resposta", o que leva-nos a crer que se trata de alguém que vive próximo ao prédio).

Refletindo sobre o incidente, pensamos que esse é um dos preços pagos por abrir as portas e o coração para os marginalizados. Mas fechar-se num gueto religioso, permitindo o acesso somente daqueles que se parecem conosco, não é opção para quem segue o Mestre da Nazaré.

Conversando com vizinhos, lembrei-me que com alguns contatos, poderíamos encher a comunidade de viaturas de polícia, criando um terror na região para que eles "aprendam a lição de não mexerem com a gente". Mas não estamos ali para trazer o terror. Deus nos colocou ali para que aqueles que vivem na região onde a morte faz sombra vejam a Luz. Estamos ali para servir a comunidade e trazer esperança por meio do Evangelho da graça de Deus.

Enfim, diferente de tantos que numa hora como essa escolhem amaldiçoar o ladrão, escolhemos orar para que ele seja alcançado pela graça de nosso Deus, seja liberto de seu vício e mude de vida antes que encontre uma arma apontada em sua direção.

"A misericórdia triunfa sobre o juízo!" (Tiago 2:13)

veja também