Pastor é preso por liderar igreja barulhenta, segundo denúncia de vizinhos

Os vizinhos reclamavam sobre os equipamentos musicais utilizados pela igreja até tarde da noite.

fonte: Guiame

Atualizado: Segunda-feira, 15 Setembro de 2014 as 10:52

Um pastor de uma igreja na Carolina do Sul, EUA, foi condenado a duas semanas de prisão por liderar uma igreja que perturba a vizinhança, por causa do barulho. Johnnie Clark é o pastor principal da Igreja Rehoboth United Assemblies, e está cumprindo a pena de prisão por violar o limite de ruído estabelecido pela cidade.

O juiz Richland County considerou o pastor culpado pela amplificação sonora ilegal nas instalações da igreja, após um julgamento de três dias. Ele foi condenado a duas semanas de prisão, depois que os promotores apresentaram suas provas contra ele.

Os vizinhos chamaram a polícia para ir até a igreja por mais de 50 vezes. As reclamações frequentes eram sobre os equipamentos musicais utilizados pela igreja até tarde da noite. A igreja pagou várias multas por violações passadas. 

A esposa de Rehoboth e o Pastor Harriet Clark expressaram sua frustração sobre a sentença de Johnnie no início desta semana. "Eu não posso acreditar, o tempo de prisão, para servir a Deus”, disse Clark.

O membro da igreja, Thomas Borders, afirma que ele e a congregação liderada por Clark, adoravam naquele local muito antes de os vizinhos se mudarem para lá, e diz que a punição foi injusta por este motivo.

"Você pode ter um comedor de plantas daninhas em sua casa, se ele escapar e alguém reclamar, nada será feito. Mas agora, quando se trata de adorar a Deus, é um problema”, disse Borders.

Anteriormente, Borders afirmou que a única maneira de resolver este problema seria fazer uma prova sobre o ruído do prédio da igreja, no entanto, o processo seria muito caro.

Clark vai cumprir a pena no Centro de Detenção Alvin S. Glenn.

 

Com informações de The Christian Post
www.guiame.com.br

veja também