Pastor norte-americano é preso por expor material contra o aborto

A frase exposta pelo pastor Stephen Joiner dizia: "O aborto mata crianças".

fonte: Guiame

Atualizado: Terça-feira, 20 Maio de 2014 as 2:59

Pastor norte-americano é preso por expor material contra o abortoUm pastor em Columbus , Mississippi foi preso e colocado na cadeia e para a exibição de uma faixa com uma frase pró-vida fora de uma clínica de aborto no ano passado, segundo informações da CBN News. O pastor agora entra com um processo contra a cidade e o capitão da polícia local.

A frase exposta pelo pastor Stephen Joiner dizia: "O aborto mata crianças".

De acordo com a Charisma News, as autoridades disseram que o pastor teria sido retirado do local porque ele estava obstruindo o tráfego, embora Joiner estivesse longe da estrada. Ele também foi acusado de violar o desfile de ordenança da cidade.

Quando se recusou a sair, Joiner foi preso por quatro horas. As acusações foram retiradas mais tarde.

O Conselho de Liberdade estará representando Joiner na ação federal de direitos civis, argumentando que a portaria do Desfile de Columbus, que proíbe distribuição de materiais literários em lugares públicos, é inconstitucional.

"A Primeira Emenda protege o direito dos cidadãos de se expressar nas vias públicas livres de interferência do governo. Ações da cidade foram totalmente injustificadas e são uma afronta aos direitos fundamentais de todos os americanos", disse o fundador e presidente do Conselho de Liberdade, Mat Staver .

Com informações do ChristianHeadLines / CBN News / Charisma News

Tradução por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também