Pastor pede que cristãos orem pela conversão de satanista que quer ensinar crianças, nos EUA

O evangelista Franklin Graham afirmou ter fé que o poder de Deus pode tocar o coração do líder satanista Doug Mesner e citou o apóstolo Paulo como um grande exemplo de transformação, na Bíblia.

fonte: Guiame, com informações do Gospel Herald

Atualizado: Terça-feira, 2 Agosto de 2016 as 2:10

O pastor Franklin Graham é presidente da Associação Evangelística Billy Graham, fundada pelo seu pai. (Foto: Billy Graham Association)
O pastor Franklin Graham é presidente da Associação Evangelística Billy Graham, fundada pelo seu pai. (Foto: Billy Graham Association)

O pastor Franklin Graham exortou os cristãos a orarem para que os olhos do líder de um templo satânico dos EUA sejam "abertos para a verdade do Evangelho e sua própria necessidade pessoal de um Salvador". O pedido de oração foi exposto na página oficial do evangelista no Facebook, depois que a diretoria do templo anunciou planos para a implantação de clubes satânicos extracurriculares (disponíveis à escolha dos alunos) em diversas escolas públicas do país.

De acordo com um relatório do Washington Post, Doug Mesner, co-fundador do Templo Satânico, disse que, se os grupos evangélicos são capazes de influenciar programas extracurriculares (fora dos horários das aulas), os satanistas também teriam este direito.

"É fundamental que as crianças compreendam que existem múltiplas perspectivas sobre todas as questões, e que elas têm uma escolha sobre como elas pensam", disse Mesner, que atualmente usa o nome de 'Lucien Greaves'.

De acordo com o site do grupo - chamado "Educando com Satanás" - o programa tem como objetivo, contrariar o sucesso dos clubes cristãos como as que se espalharam por toda o território dos Estados Unidos, centrando-se nos conceitos de "raciocínio crítico, independente do pensamento, diversão e livre pensamento".

Mesner disse ao site USAToday que o templo pretende organizar um clube de uma hora de duração, todos os meses. Em vez de ensinar as crianças que elas "são pecadoras e estão indo para o inferno", o clube satanista disse que irá "fornecer uma base científica no clube, para equilibrar com as superstições apresentadas pelos grupos evangélicos".

Doug Mesner é co-fundador do Templo Satânico nos Estados Unidos. (Foto: W. Post)

Em um post de sua página oficial do Facebook, o pastor Franklin Graham - que é o presidente da Associação Evangelística Billy Graham e da Missão Bolsa do Samaritano - lamentou que os Estados Unidos já estejam vendo os "efeitos devastadores do secularismo" e exortou os cristãos a orarem para que Deus transforme o coração de Mesner.

"Você vai se juntar a mim para fazer algo inesperado? Vamos orar para que os olhos deste homem sejam abertos para a verdade do Evangelho e para a sua própria necessidade pessoal de um Salvador. Ore para que o seu coração seja tocado e abrandado pela operação do Santo Espírito de Deus", escreveu

Graham, de 64 anos, enfatizou que ninguém está além do alcance do amor e da misericórdia de Deus e citou o apóstolo Paulo como um exemplo.

"Antes de abrir os seus olhos para a fé, o apóstolo Paulo foi o maior inimigo e perseguidor da Igreja", lembrou.

O evangelista também encorajou os cristãos a orarem para que as lideranças das escolas tenham sabedoria em recusar as cartas de pedido de instalação do sistema de clubes satânicos pós-escolares, que foram enviadas na última segunda-feira.

Mesner disse ao Washington Post que o grupo procurou os distritos escolares em nove estados, que estão localizadas nas proximidades de sedes do Templo Satânico e que já sediaram ou ainda contam com a atividade de um clube cristão extracurricular.

Mais tarde, ele disse ao USAToday que a sua organização tem recebido uma enxurrada de e-mails de voluntários em outros estados que querem ajudar as escolas a receberem os clubes satânicos. Ele também afirmou que acredita que a presença de satanistas em escolas primárias locais irá enviar uma "mensagem positiva".

veja também