Pastor preso injustamente está definhando por negligência das autoridades, na China

Yang Hua foi diagnosticado com uma inflamação dos vasos sanguíneos. Ele não consegue dormir a noite por conta das fortes dores.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Sexta-feira, 31 Março de 2017 as 10:04

O pastor Yang Hua, de 41 anos, foi preso no dia 9 de dezembro de 2015 e julgado no dia 26 de dezembro de 2016. (Foto: Reprodução).
O pastor Yang Hua, de 41 anos, foi preso no dia 9 de dezembro de 2015 e julgado no dia 26 de dezembro de 2016. (Foto: Reprodução).

Um pastor cristão que foi detido na China está piorando de saúde e os ativistas dizem que sua condição "crítica" está sendo agravada pela negligência dos oficiais. O pastor Yang Hua da igreja Living Stone House em Guiyang está "à beira da paralisia". Ele está preso no Centro de Detenção do Distrito de Nanming, de acordo com o site China Change.

As informações dizem que suas pernas estão com inúmeras feridas profundas e cheias de inflamações. Além disso, o pastor está incapaz de dormir à noite por conta das dores. Um médico de plantão tratou sua condição como uma infecção cutânea menor e sugeriu analgésicos.

Yang descreveu sua dor como "muito insuportável". Na noite do dia 22 de março ele tocou o alarme para informar aos oficiais de plantão. “O oficial que estava de vigia naquela noite, ficou furioso por ser perturbado e gritou obscenidades terríveis para mim. Ninguém mais na cela conseguiu dormir, então no final o médico de plantão me deu dois analgésicos. Eu não podia mais andar ou ir ao banheiro sozinho”, contou.

Yang foi então diagnosticado com uma forma de vasculite alérgica, uma inflamação dos vasos sanguíneos, e disse que, se nenhum tratamento for feito, ele terá de amputar as pernas acima do joelho.

“Ele recomendou altas doses de penicilina por uma quinzena”, disse Yang. "A clínica do centro de detenção, no entanto, não tem penicilina", contou. Yang disse que ele foi levado para um hospital e foi examinado, mas nenhum diagnóstico foi dado. Disseram para ele que o custo do tratamento pode ser muito alto.

Condições de saúde

Sua condição só tem piorado desde então, de acordo com os advogados de Yang. Eles dizem que sua situação é urgente e ele precisa de um hospital e tratamento adequado o mais rápido possível. Caso contrário, os oficiais serão responsáveis ​​por piorar sua condição. A esposa de Yang disse que os médicos descreveram sua situação como "grave doença", que poderia se transformar em "septicemia, hemorragia do trato digestivo, danos nos rins e outras".

O pastor Yang Hua, de 41 anos, foi preso no dia 9 de dezembro de 2015 e julgado no dia 26 de dezembro de 2016 por "divulgar segredos de Estado". Ele foi condenado a 2 anos e meio de prisão em janeiro deste ano. Ao mesmo tempo, sua igreja teve as atividades proibidas pelo governo.

A igreja estava crescendo rapidamente desde de 2008, mas tem estado sob vigilância constante e enfrentou forte oposição. Em julho de 2015, a contadora e presidente do Conselho de Diáconos, Zhang Xiuhong, foi presa. Ela foi acusada de "operações comerciais ilegais" e sentenciada a cinco anos de prisão em fevereiro de 2017.

veja também