Pastor R. C. Sproul fala sobre a glória do Natal em texto; Leia

O pastor cita o texto bíblico de Lucas 2:8-14 que fala quando o anjo do Senhor anuncia aos pastores o nascimento de Jesus.

fonte: Guiame, com informações do site Voltemos ao Evangelho

Atualizado: Quinta-feira, 24 Dezembro de 2015 as 6:20

Imagem: Divulgação
Imagem: Divulgação

O ministro R. C. Sproul, pastor da igreja St. Andrews Chapel, na Flórida publicou no site ligonier.org um artigo sobre a época natalina, intitulado “A Glória do Natal”. O texto inicia relatando a noite do nascimento de Cristo. “Na noite em que Jesus nasceu algo espetacular aconteceu. As planícies de Belém se tornaram um teatro para uma das mais espetaculares apresentações de som e luz na história humana. Todo o Céu apareceu”.

O pastor cita o texto bíblico de Lucas 2:8-14 que fala quando o anjo do Senhor anuncia aos pastores o nascimento de Jesus. Um trecho da passagem diz “é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor. E isto vos servirá de sinal: encontrareis uma criança envolta em faixas e deitada em manjedoura”.

Nas palavras de Sproul, o visitante angelical foi cercado pela glória de Deus. A glória estava brilhando. Essa glória não pertencia ao próprio anjo. Era a glória de Deus, significando Seu modo divino de Ser. Era o esplendor divino que envolveu o mensageiro celestial, um visível brilho divino. Quando os pastores de Belém tremeram de medo, eles foram admoestados pelo anjo: “O anjo, porém, lhes disse: Não temais; eis aqui vos trago boa-nova de grande alegria, que o será para todo o povo: é que hoje vos nasceu, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.”( Lucas 2:10-11).

Todo ser humano anseia por um salvador de algum tipo. Nós olhamos para alguém ou algo que irá resolver os nossos problemas, aliviar a nossa dor, ou conceder o objetivo mais esquivo de tudo, a felicidade. Da procura de sucesso nos negócios até a descoberta de um companheiro perfeito ou amigo, nós fazemos nossa busca.

Renovo e Esperança

Mesmo na preocupação com o esporte, mostramos uma esperança de um salvador. Quando uma temporada desportiva termina com perdedores muito mais do que vencedores, ouvimos o grito de cidades de todo o país – “Espere até o próximo ano” Depois vem o projeto ou uma nova safra de novatos, e os fãs depositam suas esperanças e sonhos sobre o novo garoto que trará glória para a equipe. O novato, o novo cliente, a nova máquina, a notícia de que vai chegar ao correio de amanhã – todos estão investidos com mais esperança do que qualquer criatura pode eventualmente entregar.

A explosão de luz que inundou os campos de Belém anunciou o advento de um Salvador que foi capaz de, de fato, cumprir a tarefa.

Notemos que o Salvador recém-nascido é também chamado de “Cristo, o Senhor.” Para os pastores espantados esses títulos estavam carregados de significado. Este Salvador é o Cristo, o Messias esperado de Israel. Todo judeu se lembrou da promessa de Deus de que um dia o Messias, o ungido do Senhor, viria para libertar Israel. Esse Messias-Salvador é também Senhor. Ele não só vai salvar o seu povo, mas ele será seu rei, seu Soberano.

O anjo declarou que esse Salvador-Messias “vos” nasceu. A proclamação divina não é um oráculo de julgamento, mas a declaração de um presente. O Rei recém-nascido nasceu para nós.

veja também