Pesquisa estuda o cristianismo em números e revela: apenas 14% dos ‘incrédulos’ conhecem um cristão

A linha de pesquisa deste ano trabalhou com comparações entre 1900, os dias atuais e projeções para 2050.

fonte: Guiame, com informações de First Things

Atualizado: Quarta-feira, 25 Fevereiro de 2015 as 11:55

Imagem ilustrativa: adolescentes durante oração.
Imagem ilustrativa: adolescentes durante oração.

 

O “Status do Cristianismo Global”, feito de ano em ano pelo Boletim Internacional de Pesquisa Missionária, revela alguns números importantes para compreender o cenário deste momento particular da história cristã.

A linha de pesquisa deste ano trabalhou com comparações entre 1900, os dias atuais e projeções para 2050.

Dos atuais 7,3 bilhões de seres humanos no planeta Terra, 89% são crentes em alguma religião, 1,8% são ateus declarados e outros de 9% são agnósticos.

Igreja Católica

Em 1900 haviam 267 milhões de católicos no mundo. Com uma drástica diminuição, hoje a Igreja Romana conta com 1,2 milhões de membros, com um crescimento projetado para 1,6 bilhões até 2050.

Nos últimos anos, o catolicismo foi desbancado pelo islamismo como a maior comunidade religiosa do mundo. A população muçulmana mundial cresceu de 571 milhões em 1970, para o atual 1,7 bilhões de pessoas.

África

O crescimento de cristãos mais extraordinário ao longo do último século aconteceu na África, que foi lar de 8,7 milhões de cristãos em 1900, possui 542 milhões hoje e, talvez, 1,2 bilhões até 2050.

O cristianismo também tem uma realidade muito mais urbana.  29% da população cristã vivia em cidades em 1900, hoje é de 65%, e pode diminuir para 59% até 2050.

Pentecostais

Talvez, os números mais surpreendentes da pesquisa envolvam os cristãos pentecostais e carismáticos. Havia 981 mil destes em 1900, hoje existem 643.661 mil, e são projetados para serem mais de um bilhão de carismáticos e pentecostais em 2050. Em números brutos, o cristianismo pentecostal é o fenômeno de crescimento mais rápido na história religiosa do mundo.

O crescimento destes três fenômenos – cristianismo africano, a urbanização e a ascensão do pentecostalismo – também ajudam a explicar porque o número de denominações cristãs cresceu de 1.600 em 1900 para 45 mil hoje, com projeções de 70 mil, em 2050.

Apesar de todo o crescimento admirável observado na pesquisa, o cristianismo se mantém em uma mesma faixa de percentual, comparada a população mundial. Os cristãos eram 34,5% da população mundial em 1900, 33,3% em 1970, 32,4% em 2000 e 33,4% hoje, com projeções para 33,7% em 2025 e 36% em 2050.

Europa

Em um século de crescimento cristão, o cristianismo europeu teve a menor taxa de crescimento no ano (0,16%), e a parte europeia da população cristã mundial diminuiu de 66% em 1900 para 23% hoje. 

Cristãos “disfarçados”

Um número mais preocupante: de acordo com projeções da pesquisa, apenas 14% dos não-cristãos de hoje conhecem um cristão. Este dado revela tanto o isolamento dos grupos religiosos como os fracassos do evangelismo. Por isso, há muito trabalho a ser feito para a expansão do Reino de Deus na Terra, especialmente com aqueles que ainda não conhecem o Evangelho.

 

 

 

veja também