Pessoas sem religião superam o número de cristãos na Inglaterra, diz pesquisa

O grupo de pessoas sem religião chegou a 48,5% em 2014, quase o dobro do valor registrado em 2011, de 25%.

fonte: Guiame, com informações de The Guardian

Atualizado: Terça-feira, 24 Maio de 2016 as 4:34

Pessoas sem religião superam o número de cristãos na Inglaterra, diz pesquisa. (Foto: Michael Ciaglo/ Houston Chronicle)
Pessoas sem religião superam o número de cristãos na Inglaterra, diz pesquisa. (Foto: Michael Ciaglo/ Houston Chronicle)

O número de pessoas sem religião supera os cristãos na Inglaterra e no País de Gales, segundo uma nova análise promovida pela organização British Social Attitudes (“Atitudes Sociais Britânicas”, em tradução livre).

O grupo de pessoas sem religião chegou a 48,5% em 2014, quase o dobro do valor registrado em 2011, de 25%. Aqueles que se identificam como cristãos — sejam anglicanos, católicos, evangélicos e ou de outras linhas teológicas — formam 43,8% da população.

"A questão principal é que as pessoas que haviam crescido em alguma religião dizem agora que não têm religião. O que estamos vendo é uma aceleração no número de pessoas que não apenas deixaram de praticar sua fé regularmente, mas que nem mesmo assinalaram a pesquisa", disse Stephen Bullivant, professor de teologia e ética da Universidade Católica de St. Mary.

A nova análise alimenta a preocupação entre líderes cristãos sobre o crescimento da indiferença à religião. No início do ano, a Igreja da Inglaterra anunciou que prevê um declínio contínuo do número de membros nos próximos 30 anos, diante dessa realidade.

Londres, capital da Inglaterra, tem o menor número de pessoas que se identificam como "sem religião", em uma média de 40%. Por outro lado, 59,5% da população do País de Gales afirma não ter uma religião.

Metade dos cristãos da Inglaterra e do País de Gales têm mais de 55 anos de idade, embora os católicos tenham um perfil mais jovem. Daqueles que se descrevem como cristãos, 58,6% são mulheres.

"O aumento daqueles que não se identificam em 'nenhuma fé' reflete a crescente pluralidade na sociedade, por meio do aumento do secularismo e do humanismo. Temos uma sociedade cada vez mais secular e agnóstica, disse um porta-voz da Igreja da Inglaterra.

veja também