Policial ajuda a 'ressuscitar' garoto que se afogou, após orar "em nome de Jesus"

Curtis Shurtliff contou que estava socorrendo um garoto que havia se afogado, mas as técnicas de primeiros socorros não surtiam efeito. Então ele decidiu pedir ajuda a Deus.

fonte: Guiame, com informações do Christian Today

Atualizado: Terça-feira, 16 Agosto de 2016 as 11

Curtis Shurtliff fez uma visita ao garoto por quem ele orou para ressuscitar. (Foto: kmph)
Curtis Shurtliff fez uma visita ao garoto por quem ele orou para ressuscitar. (Foto: kmph)

Um policial da cidade de Clovis, na Califórnia (EUA), relatou que foi usado por Deus para salvar a vida de uma criança que tinha acabado de sofrer um afogamento na semana passada.

Curtis Shurtliff estava aproveitando sua viagem em família, com um acampamento em Dinkey Creek, no Condado de Fresno, Califórnia. Mesmo estando de folga, não hesitou em usar de seu preparo e conhecimento para salvar a vida daquela criança.

Ele ouviu gritos perto de seu acampamento e, quando se aproximou de onde vinha o som para checar o que estava acontecendo, ele viu que um menino de 5 anos de idade tinha acabado de ser retirado da água.

A família da criança e Shurtliff perceberam que o garoto não estava respirando. "Eu verifiquei o pulso. Não havia nenhum", disse Shurtliff ao site 'KMPH'. "Eu chequei as pupilas do garoto. Elas estavam fixas e dilatadas".

Shurtliff, que é um ex-paramédico e veterano da Marinha, realizou os procedimentos de primeiros socorros durante 30 minutos sobre o garoto, mas isto não estava surtindo efeito. Ele então perguntou à mãe da criança sobre sua fé.

"Eu não ia desistir daquela criança", disse Shurtliff. "Olhei para a mãe dele e perguntei-lhe: 'Você acredita em Deus, em Jesus e seu Salvador?' Ela disse: 'Sim, eu acredito".

Todos eles decidiram que a melhor coisa a fazer pelo menino era orar por ele. Após as orações, o menino começou a mostrar os primeiros sinais de vida. "Assim que eles terminaram, eu disse, 'Em nome de Jesus eu oro' e comecei a senti a pulsação", lembrou Shurtliff.

Quando as equipes de emergência finalmente chegaram ao acampamento, o garoto já estava respirando novamente. A criança foi levada para o hospital.

Shurtliff visitou a criança no último fim de semana, mas não há detalhes sobre sua condição física atualmente.

A família expressou sua gratidão pela ajuda de Shurtliff, mas ele afirmou que Deus é merecedor de toda a gratidão e glória. "Eu não escrevi este livro. Foi Deus quem fez isso. Nós não estávamos nem pensando em passar por ali", disse o policial.

veja também