Prefeita de Houston irá retirar intimações contra pastores que falam sobre homossexualidade

As intimações exigiam que pastores submetessem seus sermões para uma análise prévia, caso abordassem assuntos, como homossexualidade ou até mesmo simplesmente citassem a prefeita / sua gestão na cidade.

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Quinta-feira, 30 Outubro de 2014 as 9:41

Prefeita de Houston irá retirar intimações contra pastores que abordam homossexualidadeNa última quarta-feira, 29/10, a Prefeita de Houston (Texas), Annise Parker anunciou durante uma conferência de imprensa que irá retirar as intimações contra cinco pastores que teriam que submeter seus sermões a uma análise prévia da prefeitura, caso estes tratassem de assuntos, como homossexualidade ou até mesmo só citassem a prefeita ou sua gestão.

A polêmica teria começado quando estes cinco pastores se posicionaram publicamente contra uma portaria de "Igualdade de Direitos", que - entre outros fatores - permitiria que homens usassem banheiros públicos femininos. A portaria levava ficou conhecida pela sigla "HERO".

Estes ministros receberam apoio de diversas outras igrejas e líderes (até mesmo de outros Estados), sendo chamados de "Houston Five" ("Os Cinco de Houston") e tendo a hashtag "#4houston5" usada em seu favor nas mídias sociais.

"Depois de muita contemplação e discussão, eu estou dirigindo o departamento jurídico da cidade para retirar as intimações emitidas contra os cinco pastores de Houston que entregaram as petições para a cidade de Houston e que indicaram que foram responsáveis ​​pelo total esforço desta petição", disse Parker, que há tempos já havia assumido sua homossexualidade.

"É extremamente importante para mim, para proteger a nossa portaria de direitos iguais da revogação, e é extremamente importante para mim, ter certeza de que todos os cidadãos de Houston sabem que suas vidas são valiosas, protegidas e reconhecidas", acrescentou a prefeita.

"HERO" alterou o Código de Ordenanças de Houston, que proíbe a discriminação em locais públicos e do emprego privado, com base em "características protegidas."

Esta lista de características protegidas incluía raça, cor, etnia, nacionalidade, idade, sexo, status familiar e civil, situação militar, deficiência, religião, informação genética, gravidez, orientação sexual e identidade de gênero.

Os opositores da lei afirmam que terá várias consequências não intencionais, como permitir que os homens transexuais usem banheiros femininos.

A decisão de Parker (retirar as intimações contra os cinco pastores) veio dias antes do "I Stand Sunday", evento em que vários grupos, juntamente com o ex-governador do Estado de Arkansas Mike Huckabee, os irmãos Benham, e membros do elenco da série "Dynasty Duck" se uniram por 90 minutos de programação oficial em solidariedade com os cinco pastores.

Com informações do Christian Post

Por João Neto - www.guiame.com.br 

veja também