Prof. Adauto Lourenço mostra veracidade do dilúvio e fala sobre o filme 'Noé'

"Se você ler do capítulo 5 ao 9 de Gênesis vai estar muito bem preparado para assistir", diz o professor em entrevista

fonte: guiame.com.br

Atualizado: Sexta-feira, 6 Junho de 2014 as 4:27

Adauto LourençoNa Conferência Livres 2014, o professor Adauto Lourenço mais uma vez surpreendeu a todos mostrar provas da veracidade de alguns relatos bíblicos.

Dessa vez, a história escolhida foi o dilúvio. Ele aproveitou o assunto em alta com o filme 'Noé' e passou informações relevantes.

Em sua palavra, Lourenço citou uma lista de verdades e mitos apresentados na produção cinematográfica.

Ao falar das informações que a Bíblia relata, o professor comentou a quantidade de animais, o tamanho da arca, o surgimento e 'desaparecimento' do grande volume de água, entre outras coisas. Com um estudo, ele rebateu a teoria de que seria impossível a arca e o dilúvio serem reais.

Em entrevista ao GUIAME, o professor Adauto Lourenço falou sobre a liberdade que os cristãos têm de assistir ao filme, mesmo sabendo das distorções bíblicas.

"Creio que, como cristãos, podemos fazer tudo que é permitido pelo Senhor, ou seja, que não implica em desrespeito nem em desobediência àquilo que Ele colocou em Sua Palavra

O exemplo que dou é Paulo, tanto no livro de Atos como de Tito ele cita um filósofo grego que havia escrito um hino de gratidão a Zeus, dizendo que em todos os locais Zeus deveria ser exaltado. Paulo conhecia e julgava o que estava sendo dito. Ele ouvia, conhecia, mas passava por um filtro, é isso que os cristãos precisam saber fazer.

Eu assisti ao filme Noé, mas assisti com o mesmo olhar crítico que assisto todos os filmes. Ou seja, o que o produtor gostaria que eu soubesse? Quais partes do filme são exatamente como a Bíblia me diz? Quais não são? No caso de Noé é fácil, se você ler do capítulo 5 ao 9 de Gênesis vai estar muito bem preparado para assistir.

Achei a história cansativa, mas em termos de efeitos cinematográficos é espetacular, mas vá e confira você mesmo."

 

por Juliana Simioni
GUIAME.COM.BR

 

veja também