"Quando Deus diz 'não' às nossas orações, é porque nos ama", diz Billy Graham

Isso não significa, no entanto, que os cristãos devem parar de orar, porque acreditam que todos os seus pedidos serão negados, Graham argumentou, acrescentando que há uma oração que Deus sempre responderá com um "sim".

fonte: Guiame, com informações do Christian Post

Atualizado: Sábado, 20 Fevereiro de 2016 as 10:02

Deus sabe o momento certo de responder nossas orações com um "sim", um "não" ou um "espere", segundo o reverendo Billy Graham disse em uma mensagem recente.

Respondendo à pergunta de um leitor, enviada para o site da Associação Evangelística Billy Graham, na última quinta-feira (18), o evangelista de 97 anos disse que "Deus sabe o que é melhor para nós e, porque nos ama, às vezes Ele nos diz 'Não' ou 'Espere".

Graham comparou essa abordagem ao desafio de criar uma família e lembrou que os pais nem sempre dão aos seus filhos o que eles pedem, porque eles são "mais sábio e mais experiente que as crianças", acrescentando que os pais são capazes de diferenciar entre o que os seus filhos querem e que realmente precisam.

Assim como os pais amam seus filhos e sabem o que é melhor para os pequenos, então Deus sabe o que é melhor para os seus seguidores, de modo que Ele é capaz de decifrar o que é realmente necessário em suas vidas.

"Mais de uma vez eu pedi a Deus para fazer algo que eu estava convencido de que era certo e fiquei desapontado quando isso não aconteceu. Mas depois eu percebi que aquela não era a vontade de Deus, e eu fiquei contente que Ele tenha me respondido com um 'Não", escreveu Graham, fazendo referência a 1 João 5:14 que diz: "E esta é a confiança que temos nEle, que, se pedirmos alguma coisa, segundo a Sua vontade, Ele nos ouve".

Isso não significa, no entanto, que os cristãos devem parar de orar, porque acreditam que todos os seus pedidos serão negados, Graham argumentou, acrescentando que há uma oração que Deus sempre responderá com um "sim".

Todas as pessoas devem fazer uma oração que "pede a Jesus para entrar em suas vidas", escreveu Graham, incentivando todos os povos "voltarem-se para Cristo e comprometerem suas vidas a Ele".

"Com a sua morte e ressurreição, ele abriu a porta do céu para nós, e através da fé nEle podemos nos aproximar de Deus com liberdade e confiança (Efésios 3:12)", Graham acrescentou.

Em junho de 2004, Graham sugeriu em um destaque no site de sua Associação Evangelística, que a resposta "não" a uma oração pode ser tão amorosa e importante quanto a resposta "sim".

O pregador renomado falou sobre a importância de compreender o plano de Deus, especialmente quando se trata de orações respondidas.

"O 'Não' é certamente uma resposta de amor da parte de nosso Pai Celestial, quando pedimos a Ele por coisas que não são realmente para o nosso bem e para a Sua glória. Nem sempre Ele nos dá o que queremos. Ele nos dá o que precisa", escreveu Graham em 2004.

O pastor ainda acrescentou que, porque Deus "não comete erros", os cristãos podem interpretar mal as respostas às suas orações, dizendo que "às vezes nossas orações são respondidas de uma forma que deixamos de reconhecer".

"Oramos, pedindo por prosperidade, e às vezes o estresse financeiro aparece. Mas nossas almas se fortalecem ainda mais nas provações. Oramos, pedindo por saúde, e a aflição nos é dada, mas nós somos mais capazes de simpatizar com aqueles que também passam por aflição. Deus não comete erros, embora às vezes nós venhamos a questionar Sua sabedoria", explica ele.

Graham também disse que a oração é uma parte integrante da evangelização, apontando parte da edição de seu conhecido projeto 'Minha Esperança', em 2014: "A oração é fundamental na evangelização: Só Deus pode mudar o coração [...] Não importa quão lógicos sejam nossos argumentos ou quão fervorosos nossos esforços, nossas palavras não vão conseguir nada, a menos que o Espírito de Deus prepare o caminho".

veja também