"Queremos avivamento do nosso jeito, mas Jesus quer do jeito dele", diz Randy Clark em SP

"Nós dizemos que queremos avivamento, e Ele está procurando líderes para esse avivamento. Nós queremos avivamento, mas queremos do nosso jeito. Só que Jesus não negocia, é sempre do jeito dele", disse Randy Clark em uma de suas ministrações durante viagem ao Brasil.

fonte: Guiame

Atualizado: Quarta-feira, 7 Outubro de 2015 as 4:04

Randy Clarck durante ministração na Igreja do Evangelho Quadrangular de Vila Ema. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
Randy Clarck durante ministração na Igreja do Evangelho Quadrangular de Vila Ema. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
O avivalista Randy Clark tem impactado milhares de pessoas ao redor do mundo não apenas pelos milagres operados por Deus através de seu ministério, mas por uma mensagem de arrependimento e cura que leva a igreja a experimentar o avivamento genuíno.
 
Em uma de suas ministrações durante viagem ao Brasil, Clark esteve nesta segunda-feira (5) na Igreja do Evangelho Quadrangular do bairro Vila Ema, na zona leste de São Paulo. Centenas de pastores, líderes e obreiros foram reunidos na Catedral da Unção, dirigida pelo pastor Rinaldi Digilio. Na ocasião, a equipe do Portal Guiame esteve presente, em cobertura exclusiva.
 
Falando sobre liderança, Clark ressaltou que um líder não deve ter o coração de um administrador de igrejas, mas sim de pai. "Um bom pai não abusa de seus filhos. Na verdade, ele quer ver seus filhos crescerem mais do que ele", disse ele.
 
Para ilustrar a mensagem, Clark relatou que em certa ministração fora de seu país, um jovem discípulo de 19 anos de idade entregou muitas palavras de conhecimento e recebeu um certo destaque no altar. Ao perceber isso, Clark sentiu ciúmes.
 
No entanto, naquele momento Deus disse ao avivalista: "Se ele fosse seu filho biológico, você se sentiria ameaçado agora?". Clark respondeu: "Não Senhor, eu estaria feliz". Então, ele compartilhou com os líderes brasileiros a lição que o Espírito Santo o ensinou naquele dia — "você nunca será um bom pai espiritual enquanto se sentir ameaçado por seus filhos espirituais."
 

Randy Clarck durante ministração na Igreja do Evangelho Quadrangular de Vila Ema. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
 
O verdadeiro avivamento
 
Durante a pregação, Clark usou o texto bíblico de Apocalipse 3:20, que diz: "Eis que estou à porta e bato. Se alguém ouvir a minha voz e abrir a porta, entrarei e cearei com ele, e ele comigo". Ele disse que esse verso muitas vezes é usado para evangelismo, mas seu real sentido é outro.
 
"Esse texto não é para evangelismo. Esse é um texto de avivamento. A igreja de Laodicéia estava morna, e Jesus estava falando para a igreja: 'Aqui estou eu, batendo na porta do seu coração'. Veja que aqui Ele fala com a igreja, e não com os não salvos", explica o avivalista.
 
Ele ressalta que ao bater na porta, Jesus busca ter comunhão. Outro ponto importante é que as cartas estavam sendo direcionadas aos anjos das igrejas, ou seja, a seus líderes. 
 
"Nós dizemos que queremos avivamento, e Ele está procurando líderes para esse avivamento. Nós queremos avivamento, mas queremos do nosso jeito. Só que Jesus não negocia, é sempre do jeito dele", esclarece.
 
Clark relembra de muitos momentos em que Deus entrega algumas provas do avivamento, mas sua motivação está mais em ver uma vida transformada por Deus do que nessas manifestações. "Pó de ouro, pedras preciosas, penas de anjos, tudo isso me impressiona. Mas o que chama a atenção de Deus é uma vida que se entrega a Ele em sacrifício."
 
Pastores durante momento de testemunhos na IEQ de Vila Ema. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
 
Líderes em momento de louvor na Igreja do Evangelho Quadrangular de Vila Ema. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
 

Randy Clarck ministra palavra ao pastor Rocco Digilio Filho, presidente Estadual da Quadrangular. (Foto: Guiame/ Marcos Paulo Corrêa)
 
 

veja também